Notícias

Muticom: A comunicação integral e a abertura em relação ao outro

Escrito por Redação A12

17 JUN 2021 - 11H49 (Atualizada em 24 JUN 2021 - 11H50)

Reprodução muticom-2021 (Reprodução)

O Mutirão de Comunicação 2021 (Muticom) decidiu realizar a edição de 2021 no formato 100% on-line e gratuito, no dias 23 e 24 de julho e as inscrições para o novo formato já estão abertas. 

O evento é voltado a refletir sobre os caminhos e as perspectivas das relações entre a Igreja Católica, a sociedade brasileira e a cultura contemporânea, no campo da ComunicaçãoComunicadores das mais diversas esferas – jornalistas, publicitários, relações públicas, agentes de pastoral, professores e estudantes, pesquisadores, profissionais de comunicação – poderão participar gratuitamente de grandes conferências e aprofundamentos do tema central: “Por uma comunicação integral: o humano nos novos ecossistemas”.

Para saber mais detalhes, o A12 conversa com o coordenador nacional da Pastoral da Comunicação (Pascom Brasil) e membro das comissões de comunicação e conteúdo do Mutirão, Marcus Tullius.

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal
Marcus Tullius é coordenador nacional da Pascom Brasil e membro das comissões de comunicação e conteúdo do Muticom


A12 - O maior evento de comunicação católica no Brasil, o Muticom acontece pela primeira vez 100% on-line. Comente sobre os principais motivos que levaram a esta decisão.

Marcus Tullius - O evento estava sendo preparado para ser em formato híbrido, com participantes presencialmente na PUC Minas, em Belo Horizonte, e outra parcela on-line.

Com o avançar da pandemia e a morosidade do processo de vacinação, a comissão avaliou que seria muito temerário realizar o evento presencial.

Seria um contratestemunho diante do que a Igreja tem orientado neste tempo e estaríamos colocando em risco a integridade das pessoas que se deslocariam para participar, ou até mesmo estaríamos contrariando as orientações das autoridades sanitárias.

Para não deixar de realizar o evento, optamos fazê-lo de forma on-line, uma vez que, desde o início da pandemia, tudo tem sido realizado dessa forma.

A12 - "Por uma comunicação integral: o humano nos novos ecossistemas" é o tema desta edição. Por que é importante os comunicadores refletirem sobre este assunto neste momento?

“A comunicação integral se insere na abertura que deve existir em relação ao outro”

Marcus Tullius - A proposta de construção do tema foi feita junto ao GRECOM, Grupo de Reflexão sobre Comunicação da CNBB. Ela faz eco ao que o Papa Francisco tem feito ecoar em seu magistério: uma ecologia integral, a valorização do ser humano. Então, nós vimos a oportunidade de defesa de uma comunicação democrática, horizontalizada e responsável.

A comunicação integral também se insere na abertura que deve existir em relação ao outro; em uma postura verdadeiramente dialógica e na consideração das diferenças e do direito humano de todos a se comunicar. Especialmente diante de tantas atividades realizadas de forma remota, aperfeiçoamento e uso de novas tecnologias, corremos o risco de inverter a ordem das coisas e colocar o humano em segundo plano.

A valorização do humano na comunicação deve ser marcada pela coragem de nos abrirmos e enfrentarmos as complexidades do mundo contemporâneo em termos político-ideológico-culturais que são acentuadas pelo contexto digital dos processos comunicacionais e os novos ecossistemas aí engendrados.

A12 - Quais são os maiores desafios em organizar o evento neste formato? É uma tendência para as próximas edições?

Marcus Tullius - Os maiores desafios, certamente, são os de garantir qualidade e comodidade para quem vai participar. Depois de mais de um ano e meio realizando a maior parte das atividades de forma remota, todos já estão, de certa forma, cansados de ficar diante de um computador, smartphone ou televisão para acompanhar palestras e formações. Então tivemos que criar uma programação que fosse atraente, dinâmica e interativa, proporcionando o desejo do comunicador permanecer do começo ao fim.

Contamos também com o apoio de equipes técnicas, assegurando qualidade na transmissão, conexão, reduzindo ao máximo as dificuldades de acesso durante a realização do evento. O nosso desejo ardente é que no próximo ano possamos retomar os nossos encontros presenciais, seja o Encontro Nacional da Pascom, assembleia da Signis, da Rede Católica de Rádio e até mesmo o próximo mutirão.

Isso vai depender das questões sanitárias e também da situação financeira para realização de encontros desse porte. É um assunto que ainda será amadurecido e aprofundado. Mas, quem sabe, não possamos fazer um encontro híbrido? Temos consciência de que esta é uma realidade cada vez mais presente e mais democrática, aumentando a possibilidade de participação dos comunicadores.

A12 - Quem se inscrever pode esperar quais tipos de palestras e quem são os principais convidados?

Marcus Tullius - As palestras são desdobramentos do tema principal, a partir de perspectivas bastante interessantes, que vai desde a reflexão sobre fake news e ultraconservadorismo, passando também pela realidade do on-line, ecologia das mídias e nas mídias católicas e propostas para uma comunicação que estimule o bem viver em tempo de desigualdade.

Contaremos com grandes nomes nacionais e também participações internacionais. Em nível de Brasil, contaremos com a filósofa e psicanalista Viviane Mosé, o jornalista André Trigueiro e grandes pesquisadores: Dr. Massimo di Felice | ECA – USP; Dra. Magali Cunha; Dr. Norval Baitello Júnior | PUC-SP; Dra. Elizabeth Saad | ECA – USP; Dra. Adriana Braga | PUC-Rio. Em nível internacional, contaremos com a participação do presidente da Signis América Latina, Carlos Ferraro e com o Prof. Paolo Benanti, da Universidade Gregoriana de Roma.

A12 - Em quais plataformas ou redes sociais o participante poderá acompanhar?

Marcus Tullius - O evento será transmitido integralmente pela plataforma Zoom. Para isso, é necessária inscrição prévia, até 30 de junho, pelo site muticom.com.br. Depois o participante receberá por e-mail o acesso à sala.

Leia MaisWebdocumentário "Igreja e Comunicação: Desafios e perspectivas"

Programação

A programação terá início na sexta-feira, dia 23 de julho, às 16h45 com previsão de encerramento às 21h. No sábado, dia 24, o Mutirão se estende de 8h30 às 18h.

Além das palestras, estão previstos momentos de espiritualidade, lançamentos de livros e tecnologias de comunicação, apresentações culturais. Durante todo o evento haverá interação com os participantes.

.:: Veja vídeo promocional



Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.