Notícias

Receitas Afetivas é o novo quadro do YouTube do Portal A12

Lançado no dia de São João o quadro traz uma receita junina

Escrito por Lais Silva

24 JUN 2022 - 20H00 (Atualizada em 18 JUL 2022 - 14H41)

Reprodução / A12

“Cozinhar é um modo de amar os outros” Mia Couto

É muito comum que pais passem receitas para seus filhos e esses, no futuro também passem para seus filhos. E, com o tempo, a culinária se torna algo especial para as famílias. O ato de compartilhar segredos de preparo, temperos e outros detalhes tornam um prato especial e afetivo.

Seguindo a linha do afeto, o A12 criou um novo quadro chamado “Receitas afetivas”, onde um religioso ou religiosa vai ensinar uma receita da memória do seu coração, algo que ele tenha aprendido com algum familiar ou que o faz lembrar de algum momento afetivo de sua vida.

O quadro iniciou em junho, em comemoração à festa junina e ao dia de São João. O primeiro convidado foi o Missionário Redentorista Padre Marcelo Magalhães, que ensinou uma receita de Bolo de Fubá Cozido que ele aprendeu com sua mãe.

“Dentre tantas coisas que eu gosto na festa junina, eu escolhi uma que remete à minha família, as minhas origens, que é o bolo de fubá cozido. Eu aprendi com minha mãe, acho que ela também aprendeu com a mãe dela”, contou.

Enquanto cozinhava, o padre falou um pouco sobre a história da festa junina, que é muito famosa em algumas regiões do Brasil e também de São João, que era primo de Jesus.

“Eu agradeço a oportunidade de participar desse primeiro episódio do programa, com uma memória muito especial e singular que é esse bolo de fubá cozido”, expressou.Leia MaisFamília dos Devotos visita o São João de Caruaru, em PernambucoReze a Oração a São João Batista com a Rádio AparecidaReportagem da TV Aparecida mostra os bastidores do Maior São João do Mundo

Além de compartilhar a receita, o padre também deixou um ensinamento para as famílias, lembrando a importância das tradições familiares:

Que as famílias não percam suas tradições. A festa junina é uma tradição; e fazer bolo, estar em família também. A gente está vivendo uma sociedade muito superficial, rasa, líquida, e está perdendo essas profundidades familiares de estar à mesa, de conviver e de fazer. Eu só sei fazer porque minha mãe me ensinou e eu tive a oportunidade de estar ali, de ver ela falar e eu prestar atenção”, finalizou.

Assista o primeiro episódio do 'Receitas Afetivas':


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lais Silva, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.