Redentoristas

Congresso Jubilar celebra 50 anos do ITESP

Instituto São Paulo de Estudos Superiores foi fundado em 1972 por redentoristas, scalabrianos e verbitas tendo como base propor a todos uma experiência de uma Igreja em saída

Escrito por Alberto Andrade

28 SET 2022 - 15H17 (Atualizada em 28 SET 2022 - 15H58)

Facebook - ITESP

Para quem é religioso, de diversas congregações, ou mesmo leigos que queiram se aprofundar na fé católica, estudar a teologia é essencial. Quem cumpre esse papel com excelência é o Instituto São Paulo de Estudos Superiores (ITESP).

Leia MaisITESP completa 50 anos com retorno de aulas presenciaisEm 2022, o instituto completa 50 anos de sua fundação, a partir da iniciativa de três congregações - do Santíssimo Redentor (Redentoristas), do Verbo Divino (Verbitas) e dos Missionários de São Carlos (Scalabrianos) – para responder às exigências do Concílio Vaticano II em nível acadêmico em vista da formação de presbíteros, religiosos, religiosas, cristãos leigos e leigas que tivessem a necessária competência para o serviço missionário na Igreja Povo de Deus.

Desde o início do ano, o ITESP, localizado no bairro do Ipiranga, na zona Sul da cidade de São Paulo (SP), várias atividades celebrativas estão sendo realizadas. Uma delas é o Congresso Jubilar, iniciado no dia 26 e tem seu término nesta sexta-feira, 30 de setembro. O evento tem a participação de ex-alunos, professores e também convidados que fizeram parte da história nesse jubileu.

Facebook - ITESP
Facebook - ITESP


No Congresso estão sendo refletidos temas a respeito da sinodalidade: da própria formação acadêmica do ITESP, a sinodalidade como base da missão pastoral da Igreja no mundo, formação sinodal da consciência moral e no discernimento das questões éticas e também a sinodalidade dentro da mística e como exercício para leigos e leigas.

Em entrevista ao A12, o missionário redentorista Padre Rodrigo Arnoso, Secretário-geral do ITESP falou como está o encontro para os participantes e organizadores.

“O Congresso tem sido para todos nós um tempo especial de celebrar estes 50 anos, contando com a presença dos alunos, que constroem a história do ITESP, mas aqueles também que puderam passar por essa instituição e hoje enviados para as mais diversas realidades do mundo, que ensinam teologia e cooperam também com a construção de uma Igreja sinodal, de uma Igreja em saída. É um momento muito enriquecedor tanto para aqueles que hoje cursam teologia e também aqueles que trazem as mais diversas experiências das aplicações dos estudos que receberam no ITESP. São grandes desafios colocados para nós, para celebrar os futuros anos da instituição, de construção e ensino da teologia”, disse.

O sacerdote enfatizou a relevância do ITESP na formação de missionários, sendo eles consagrados ou leigos.

“Olhamos um pouco para a história do ITESP, que é uma alternativa para o ensino da teologia. O ITESP nasce para fazer brotar homens e mulheres capazes, a partir de inúmeros elementos para que a Igreja repense seus modos de evangelizar, de fazer pastoral e de construir teologia. Na esteira do Concílio Vaticano II, o ITESP em seu ensino faz que os alunos inseridos na sociedade, sejam capazes de dialogar com esta sociedade e a partir disso propor caminhos diferentes para a construção de uma Igreja sinodal, disposta a caminhar com a diversidade cultural e diversas ciências que nos ajudam a pensar o ser humano. Nestes 50 anos, é tempo de olhar o passado com gratidão, contemplar o presente rendendo ação de graças e olhar o futuro com audácia, assumindo os desafios com alegria, como também uma resposta aos novos desafios que a evangelização nos coloca e aos apelos que o Espírito de Deus nos faz”.

Facebook - ITESP
Facebook - ITESP


Ensinando missionários

Na Santa Missa realizada em Ação de Graças aos 50 anos da entidade, em agosto, o Cardeal Dom Odilo Scherer, Arcebispo de São Paulo, enfatizou a missão do Instituto.

“O papel fundamental do Itesp é formar religiosos, religiosas e sacerdotes que deem respostas coerentes à sociedade que se estabelece nos dias de hoje. Esse é um tempo de reflexão e discernimento sobre as circunstâncias que vivemos, por onde vai a indicação da salvação: o caminho certo, a segurança da Igreja, sociedade e a vida comum. O Itesp tem uma característica missionária, para a Igreja e também para além dos seus muros”, afirmou.

Hoje em dia, a Instituição é mantida pelos Redentoristas e os Scalabrinianos, e oferece, além da graduação em Teologia, cursos de pós-graduação lato sensu, bem como inúmeros cursos voltados à formação das lideranças eclesiais. As pós-graduações são em “Migração e Mobilidade Humana” e em “Teologia e Comunicação”, esta última em parceria com as Irmãs Paulinas.


TV Aparecida produziu especial dos 50 anos do ITESP


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Alberto Andrade, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.