Santuário Nacional

Santuário Nacional celebra abertura do Mês Missionário

Às vésperas do início da Novena da Padroeira, Dom Odelir, Bispo de Chapecó, presidiu a Santa Missa das 9h no Altar Central

Escrito por Guilherme Gomes

01 OUT 2022 - 10H42 (Atualizada em 03 OUT 2022 - 15H40)

Lídia Tostes/ Santuário Nacional

Leia MaisMês missionário: chamados a testemunhar CristoPolícia Rodoviária Federal lança aplicativo exclusivo para peregrinosA chuva e o frio deste sábado (01), em Aparecida (SP), não foram capazes de espantar os devotos de Nossa Senhora Aparecida, que encheram o Santuário Nacional para a celebração das 9h.

No Altar Central da Casa da Mãe, Dom Odelir José Magri, Bispo de Chapecó (SC), foi o responsável por presidir a celebração que contou ainda com padres concelebrantes.

Dom Odelir saudou os Missionários Redentoristas, os devotos no Santuário e quem acompanhou a celebração pelos meios de comunicação da Rede Aparecida.

O Bispo de Chapecó (SC) pediu ao Espírito Santo a iluminação para o início de outubro, Mês Missionário, e também pediu orações para a Novena e Festa da Padroeira, que se inicia na próxima segunda-feira, 03 de outubro.

Dom Odelir recordou Santa Terezinha e São Francisco Xavier, celebrados nesse 1º de outubro, padroeiros das missões.

Iniciamos o Mês Missionário celebrando a memória de Santa Terezinha do Menino Jesus, Padroeira das Missões com São Francisco Xavier. O grande testemunho de Santa Terezinha em sua opção pela vida contemplativa é que ela viveu no coração da Igreja com muita humildade, com muita simplicidade essa vocação missionária”, lembrou o presidente da celebração.

O Bispo de Chapecó recordou o evangelho e traçou um paralelo com o pedido do Papa Francisco para a Igreja no mundo ser uma Igreja em Saída:

Os atos dos Apóstolos, no evangelho, nos mostram a imagem de uma Igreja em Saída, rumo àquilo ao que o Papa Francisco chama de ‘novos horizontes geográficos e existenciais’”, iniciou Dom Odelir.

E completou:

Então, na sua Paróquia, na sua Diocese, na sua comunidade, no nosso Brasil, nós somos chamados, como Igreja, a olhar para aquelas realidades que são de periferia, os mais pobres, o que estão longe da igreja, as situações de sofrimento, ou seja, a realidade geográfica de sofrimento, de pobreza, de miséria, mas também as realidade existenciais, a situação das pessoas idosas, a situação das pessoas que moram na rua, a situação dos povos indígenas”, falou para os devotos no Santuário Nacional.

E finalizou pedindo a inspiração dos Santos do dia, Santa Terezinha e São Francisco Xavier:

Vamos viver essa comunhão como Igreja, como comunidade, não deixando de rezar e pedir pelas vocações missionárias. Que São Francisco Xavier e Santa Terezinha do Menino Jesus, padroeiros da Missão, inspirem-nos a sermos missionários e missionárias até os confins do mundo”, rezou Dom Odelir.

.:: Confira a Página Oficial da Novena e Festa da Padroeira

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Guilherme Gomes, em Santuário Nacional

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.