Por Thamara Gomes Em Notícias

Escutar, discernir e viver o chamado do Senhor

Esta semana, o Papa Francisco divulgou uma mensagem especial para o 55º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, que será celebrado no dia 22 de abril de 2018. O Pontífice destacou três aspectos que serviram base para o início da missão de Jesus e são fundamentais para o desenvolvimento de todas as vocações: escuta, discernimento e vida.

:: O que é o Sínodo dos Jovens?

Escutar o chamado de Deus não é algo concreto, que podemos ouvir, ver ou tocar. O Senhor da Messe aparece de maneira silenciosa e discreta, sem se impor em vista da nossa liberdade. Por isso, em tempos tão agitados como o que vivemos, pode acontecer de sua voz ficar sufocada pelas muitas inquietações e distrações que ocupam a nossa mente e o nosso coração.

É preciso preparar-se para uma escuta profunda da sua Palavra, prestar atenção aos detalhes do dia-a-dia, aprender a ler os acontecimentos com os olhos da fé e manter-se aberto às surpresas do Espírito. Não poderemos ouvir o chamado de Deus se ficarmos fechados em nós mesmos, como quem desperdiça a sua vida no círculo restrito do próprio eu, perdendo a oportunidade de sonhar grande e tornar-se protagonista daquela história única e original que Deus quer escrever conosco.

Shutterstock
Shutterstock

Sobre o entendimento da vocação, Papa Francisco diz que cada um de nós só pode descobrir a sua própria vocação através do discernimento espiritual, ou seja, em diálogo com o Senhor e na escuta da voz do Espírito. Em busca do discernimento, é preciso superar as tentações dos tempos de hoje, onde todos falam e ninguém é ouvido, e descobrir, no relacionamento com o Senhor, os lugares, instrumentos e situações através dos quais Ele nos chama. Todo cristão deve desenvolver a capacidade de ler as entrelinhas da vida para entender onde e para que o Senhor chama a fim de ser continuador da sua missão.

:: Conheça a oração do Sínodo dos Jovens

Por último, Papa Francisco nos lembra que a vocação é para ser vivida no momento presente. A vocação é hoje! A alegria do Evangelho, que nos abre ao encontro com Deus e os irmãos, não pode esperar pelas nossas lentidões e preguiças. A profecia não se cumpre para nós se hoje mesmo não abraçarmos o risco de uma escolha.

O Senhor continua a nos chamar hoje para O seguir. Não temos de esperar que sejamos perfeitos para dar como resposta o nosso generoso “eis-me aqui”, nem nos assustar com nossas limitações e pecados, mas acolher a voz do Senhor com coração aberto para discernir a nossa missão pessoal na Igreja e, finalmente, viver a vocação no hoje que Deus nos concede.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.