Por Thamara Gomes Em Notícias

Seminaristas relatam a experiência da Semana Santa em outras comunidades

Muitos formandos da Congregação Redentorista – Província de São Paulo vivenciaram a Semana Santa fora das casas de formação. Estes jovens foram convidados para servir em comunidades e paróquias de cidades diferentes durante este tempo. Foi uma experiência verdadeiramente rica de contato com o povo.

Thainan dos Reis é aspirante redentorista, vive no Seminário Santo Afonso, em Aparecida (SP). Entre os dias 09 e 16 de abril, teve a oportunidade de participar da Semana Santa em Angra dos Reis (RJ). “Foi um período oportuno para uma boa convivência com o povo. Conhecer uma cultura diferente da qual eu já estava habituado. Isso me enriqueceu bastante”, comentou o seminarista.

Fotos de: arquivo pessoal

Semana Santa - Thainan dos Reis

Thainan vivenciou a Semana Santa na cidade de Angra dos Reis (RJ)

 

Durante toda a semana, Thainan participou das diversas celebrações que lá ocorreram, desde o Domingo de Ramos à Ressurreição de Cristo.

“Estar em contato com aquele povo humilde e carente promoveu ainda mais a vocação, me deu uma força para ter certeza de que é isso mesmo que quero para minha vida. Vi também, que realmente a Quaresma foi vivida, toda a comunidade estava aberta a receber o Cristo que ressuscitou. Foi gratificante acordar todos os dias e saber que eu estava aumentando a fé de pelo ou menos uma pessoa”.

O jovem garante que a experiência foi incrível. “Com certeza eu aprendi com todos como também tive a oportunidade de ensinar. Já dizia Saint-Exupéry, em seu livro O Pequeno Príncipe: "E tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas", Angra dos Reis com certeza me cativou”.

:: Testemunhas do Redentor, solidários para a Missão num mundo ferido

:: REDENÇÃO em santo Afonso e na vida Redentorista!

Alane Andrade está na etapa da Filosofia e mora no Seminário São Clemente, em Campinas (SP). O postulante também vivenciou a Semana Santa fora de casa. Ele esteve em Formiga (MG), mais precisamente nas comunidades rurais de Vendinha e Aroeiras. Para o jovem, esta foi uma experiência gratificante.

“Todos somos missionários anunciadores da Boa Nova de Jesus Cristo. Ir ao encontro do povo, em especial os mais necessitados e abandonados, conhecer a sua realidade. Falar de Jesus e rezar com o povo é um enorme privilégio. É 'a Igreja em saída', como pede o Papa Francisco em sua Exortação Apostólica Evangellii Gaudium (EG)”, afirmou Alane.

"Sonho com uma opção missionária capaz de transformar tudo:
os estilos, horários, a linguagem, numa atitude constante de saída." (EG 26-27)

 
Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.