Por Thamara Gomes Em Notícias

O despertar de uma vocação

Ser coroinha, leitor, catequista ... Muitos caminhos podem nos ajudar a discernir nossa vocação. Com o despertar, somos livres para fazermos nossas escolhas. Deus nos chama de várias maneiras. Precisamos  estar atentos para darmos nossa resposta.

“O primeiro contato que tive com os redentoristas foi em minha cidade natal, Pirapozinho, em  junho de 1967 quando lá foram pregar as Santas Missões. Mesmo sendo época de colheita do  amendoim, meu pai fazia a gente parar mais cedo para voltar pra cidade e participar das  Santas  Missões. Foi assim que nasceu a minha vocação. Na época eu tinha 11 anos.” Padre  Inácio Medeiros, missionário redentorista

“Com 12 anos comecei a ser coroinha no Santuário Nacional, foi aí que conheci os Missionários Redentoristas. Pude conhecer os Irmãos e os Padres, isso me fez identificar com o jeito de vida deles. Senti o chamado através de um seminarista que foi falar sobre vocação na escola onde eu estudava.” Ir. Daniel Augusto, missionário redentorista

 

"Dá-me, Senhor, a graça de te amar com todo o meu ser."  (Santo Afonso)

Da percepção da vocação até a entrada no seminário leva um tempo! Isso porque, o Secretariado Vocacional procura auxiliar cada rapaz em um processo que chamamos de discernimento vocacional. Este período é determinante para que o vocacionado conheça melhor a Congregação do Santíssimo Redentor e o trabalho dos missionários redentoristas.

“Antes das missões em Pirapozinho, minha cidade natal, nem sabia direito o que era ser redentorista. Sei que, foi vendo os missionários, sobretudo o Pe. Gervásio, que fazia a missãozinha das crianças, que me despertei para a vocação. O “jeitão” dos missionários, seu modo de tratar o povo, com brincadeiras e fala mansa acho que me cativou. Me impressionou aqueles homens de batina preta. A criançada não saía de perto deles, pois eles corriam com a gente pelas ruas, faziam brincadeiras, davam santinhos e ensinavam algumas musiquinhas que canto até hoje nas missões.” Padre Inácio Medeiros

No mês que vem, vamos falar um pouco sobre os principais desafios para discernir e acolher a vocação.

Quem são?

Ir. Daniel Augusto da Silva CSsR

 Fez seus primeiros votos na Congregação Redentorista em janeiro de 2011. Atualmente, mora na periferia de Diadema. Atua nas pastorais dando formação bíblica e litúrgica. Acompanha, coopera e celebra em algumas comunidades. 

 

 

Padre Inácio Medeiros

Em 2014, completará 34 anos de vida religiosa e 30 de sacerdócio. Já passou por diversas áreas de trabalho da Província de São Paulo. Foi pároco por duas vezes, em Sacramento-MG e no Recife-PE, e trabalhou no Santuário por um ano. Mas as atividades que mais exerceu foram: missão no Rádio (desde 1988), lecionar (sobretudo História da Igreja) e missões populares, em quatro ocasiões, perfazendo 11 anos de trabalho.

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.