Por Marco Lucas Em Notícias

O sentido do caminhar com Cristo

Estava andando com uma certa indecisão, quando vi Jesus passar. Ele pôs-se ao meu lado, e juntos começamos a caminhar. Aquele caminho era infinito, mas confiante que um fim ia dar. Olhei para Jesus, e perguntei: Senhor, para onde este caminho irá nos levar?

 

caminhar

Caminhando, caminhando, sem pressa para a resposta chegar,

Vi que Jesus abaixou a sua cabeça, nos meus olhos ele olhou,

E começou a me questionar, com perguntas muito complexas, difíceis de retrucar. Continuei caminhando, com medo só de cansar.

Ufa! Com tamanha caminhada Jesus resolveu sentar...

Debaixo de uma árvore que possivelmente Adão e Eva ali resolveram se rebelar, Cristo, olhando para os meus olhos, começou a chorar, dizendo serenamente que quem põe a mão no arado não deve lhe abandonar, pois a recompensa, mesmo que demore algum tempo ela irá chegar...

Depois desse bate-papo nós voltamos a caminhar.

Pelas estradas, peguei um galho seco de árvore e no chão comecei a desenhar. Caminhando e conversando com Cristo, percebi que até nos momentos de indecisão, Ele percebia o meu sentimento, e mesmo direto ou indireto ela se prontificava a me auxiliar. Continuamos andando aligeira, sem medo de me decepcionar, pois lembrei-me em todos os momentos que quem põe a mão no arado, inseguro não pode ficar, porque que Cristo é tão etéreo* e a recompensa ele ia me dar.

Ficamos tão recônditos** que muitas estradas apareceram,

Lembrando que o caminho que nós andávamos não era fácil,

Mas que a recompensa, de momentânea tornar-se-ia para a vida inteira. Neste sentido de gratidão, sem medo de me lançar, pedi ao Redentor que me propuseste qualquer coisa, porque me encantei com aquele caminho, e precisava a outros também convocar.

Com o tempo se passando os caminheiros começaram a aumentar, todos seguindo a mesma rota, para que tivessem o mesmo findar.

Todos que se puseram a caminhar, confiantes na Palavra de São João estavam - “eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância" - , nesse sentido todos depositaram essa insigne*** confiança.

Tornei-me um ancião, mas feliz pela vida que tive, comecei a agradecer pelo amor inexaurível que Cristo me concedeu em recompensa pela confiança, fidelidade e amor que pude também, como servo simples, ao povo simples de Deus anunciar.

Marco Lucas, Pré-noviço Redentorista
Seminário São Geraldo - Sorocaba-SP

*Etéreo: sublime, celeste

**Recôndito: oculto, profundo

***Insigne: notável, distinto

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marco Lucas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.