Por Thamara Gomes Em Notícias

Somos chamados a promover todas as vocações

No dia 17 de abril, domingo do Bom Pastor, a Igreja se une pelo Dia Mundial de Oração pelas Vocações. Somos todos convidados a refletir sobre o chamado que Deus faz a cada um. Desde o ano de 1993, o Papa João Paulo II pede atenção especial com as vocações específicas, matrimonial, leiga, sacerdotal e religiosa, e lembra que cada homem e mulher tem seu espaço no Reino de Deus.

 

 Dia Mundial de Oração pelas Vocações

São João Paulo II nos deixa, então, a proposta de uma Cultura Vocacional. “Esta cultura da vocação é a base da cultura da vida nova, vida de gratidão, confiança e responsabilidade; no fundo, é a cultura desejo de Deus, que dá a graça para apreciar o próprio homem e de recuperar sua dignidade contra tudo o que pode oprimi-lo em corpo e espírito”.

Foto de: Diocese de Bauru

Pe Gilson Maia

Pe. Gilson Maia

Pe. Gilson Luiz Maia, rogacionista, é experiente no setor de Animação Vocacional e um estudioso da área. O religiosos conversou com o grupo de agentes vocacionais da Província de São Paulo. Para ele, somos todos chamados a ajudar os batizados a tomarem consciência da própria responsabilidade na vida eclesial.

“A Cultura Vocacional acontece quando nós damos testemunho da nossa vocação. O Espírito Santo suscita na Igreja muitas vocações, muitos ministérios ordenados e não-ordenados. A Igreja, sensível a esta realidade, é chamada a promover, a rezar, a animar todas as vocações. O que não vale mais é nós caminharmos pensando apenas em uma vocação, em detrimento de outras, esquecendo desta diversidade querida pelo Espírito”.

Neste sentido, a Pastoral Vocacional tem um papel importante para os jovens. “Acompanhar um vocacionado é um exercício de misericórdia. Isso exige aproximação, sentimentos de amor, gestos fraternos, verdadeiros encontros que revelam a face de Deus”, comentou o sacerdote.

Foto de: Thamara Gomes

Encontro de Agentes Vocacionais

Pe. Gilson Luiz Maia assessora encontro de agentes vocacionais da Província de São Paulo.

 

O serviço, o testemunho é o que dá credibilidade à vocação. Nada pode substituir o testemunho alegre de um consagrado, de uma família ou de um leigo.

Leia mais: Mensagem do Papa Francisco pelo Dia Mundial de Oração pelas Vocações

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.