Por Matheus Marcon - Direto de Roma Em Igreja

Comitiva de Aparecida visita ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Roma

A comitiva do Santuário Nacional e da Arquidiocese de Aparecida que está em Roma visitou nesta sexta-feira (2) a Igreja de Santo Afonso Maria de Ligório no Esquilino.

Igreja de Santo Afonso Maria de Ligório no Esquilino - Matheus Marcon

:: Simbologia do Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

:: Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Os religiosos e leigos do grupo estiveram no local para realizar suas orações junto ao ícone original de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A representação da mãe de Cristo em estilo bizantino está entronizada nesta igreja desde 1865.

A peregrinação à capital italiana foi motivada pela inauguração de um monumento em homenagem a Nossa Senhora Aparecida nos jardins do Vaticano, que acontece na manhã deste sábado. Já a visita ao ícone foi incluída no roteiro da viagem pelo fato do título do Perpétuo Socorro atribuído a Nossa Senhora ser a devoção mariana dos Missionários Redentoristas, a Congregação dos religiosos que administra o Santuário Nacional.

“O ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é uma das manifestações mais significativas pra Igreja”, afirma o Bispo Emérito de Coari, Dom Joércio Gonçalves, que também participa da peregrinação.

"Ver a igreja sempre repleta de fiéis para visitar o Ícone do Perpétuo Socorro significa que temos cumprido a missão que nos foi dada pelo Papa Pio IX, a de tornar sua devoção mais conhecida", enfatizou o Bispo.

 

O ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é uma das manifestações mais significativas pra Igreja.

A pintura original do ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é atribuída a São Lucas e sua história conta que chegou a Roma em 1499, quando ficou na antiga igreja de São Mateus Apóstolo. Foi sob a ruína desta igreja outra foi construída, em honra ao Santíssimo Redentor e dedicada a Santo Afonso Maria de Ligório.

Além de visitar seu interior, todo decorado em mármore e com obras do pintor bávaro e padre redentorista Max Schmalzl (1850–1930), cerca de 150 pessoas participaram da Missa das 18h30, no horário local, que foi presidida pelo Arcebispo de Diamantina, Dom Darci José Nicioli, e concelebrada por mais 10 sacerdotes, na capela anexa da paróquia.

O templo teve sua construção finalizada em 1859 e foi projetado pelo arquiteto escocês George Wigley. No centro de sua fachada há um mosaico de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com a predominância do dourado e, mais acima, uma rosácea.

Desde seu exterior, é perceptível a grande movimentação de fiéis que, mesmo antes de adentrar o local, já prestam sua reverência ao mosaico. Ao fundo da igreja está localizado o ícone que atrai milhares de devotos do Perpétuo Socorro ao local.

Ele fica sob uma representação do Cristo Redentor entronado entre a Virgem Maria e São José. A movimentação de visitantes pelos corredores é intensa e só cessa nos horários das celebrações.

A igreja de Santo Afonso Maria de Ligório está localizada na Via Merulana, uma importante rua romana que liga duas grandes basílicas papais, Santa Maria Maior e São João de Latrão.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Matheus Marcon - Direto de Roma, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.