Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 06 JUN 2018 - 11H12

Redentoristas manifestam solidariedade ao povo da Nicarágua

Há pouco mais de um mês, após sair às ruas em protesto contra a reforma da Previdência Social (INSS), que penaliza diretamente os idosos, a população da Nicarágua vive uma situação de forte tensão devido à repressão violenta da polícia. Agora, ela exige a renúncia do presidente porque ele não respeita os direitos humanos e as liberdades públicas. Os nicaraguenses viram a Igreja defender os jovens que pacificamente exigiam justiça aos aposentados do país.

A Conferência Episcopal da Nicarágua aceitou mediar um diálogo, que foi suspenso em 23 de maio, pois não se chegou a um consenso. Mas a Igreja insiste e convida todos a rezar pela paz e para que se alcance uma solução pacífica.


Os redentoristas, como parte dessa Igreja profética que apoia os que anunciam a boa nova da Redenção, unem-se em oração por todos os nicaraguenses que vivem e sofrem nesse momento.

Desde que os protestos contra o governo do país tiveram início em 18 de abril passado, já morreram 121 pessoas e pelo menos 1.300 ficaram feridas, segundo a última recontagem feita pelo Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh). A contagem inclui as 10 pessoas que morreram no último fim de semana em confrontos em Masaya.

Leia MaisPapa Francisco manifesta pesar pelas vítimas do vulcão na GuatemalaConflitos no campo atingem patamares nunca atingidos anteriormenteMoradias irregulares e o olhar do poder públicoO apelo do Papa Francisco

No último domingo (03), durante a oração do Angelus o papa fez novamente um apelo em favor da paz na Nicarágua, com o agravamento da violência no últimos dias:

"Uno-me a meus irmãos bispos da Nicarágua ao expressar dor pelas graves violências, com mortos e feridos, perpetradas por grupos armados para reprimir protestos sociais. Rezo pelas vítimas e seus familiares. A Igreja é sempre pelo diálogo, mas isso requer o compromisso concreto a respeitar a liberdade e, em primeiro lugar, a vida. Rezo a fim de que cesse toda e qualquer violência e sejam asseguradas as condições para a retomada, o quanto antes, do diálogo", rezou o Pontífice. 

Abaixo podemos ler a carta do Superior Geral, Pe. Michael Brehl, na qual expressa, em nome da Congregação do Santíssimo Redentor, proximidade e solidariedade com a comunidade nicaraguense. "Sabemos que as coisas não estão fáceis, mas os Missionários Redentoristas na Província da América Central e na Nicarágua, com esperança e caridade apostólica, sempre foram portadores da Boa Notícia da Redenção", disse o superior. 

Na Nicarágua os redentoristas atuam em duas paróquias: Santíssimo Redentor e Santíssima Trindade. 

Veja a carta na íntegra: 

Estimados irmãos e irmãs:

De modo especial, neste momento, queremos nos fazer próximos à realidade da Nicarágua, bem como de toda a Província e lhes manifestar nossa mais sincera compreensão e preocupação com todos vocês.

No Governo Geral e em toda a Congregação, estamos conscientes sobre a situação que estão atravessando e, também, cada uma das pessoas que, afinal, são o elemento mais importante em toda essa realidade.

De minha parte, do Governo Geral e da Congregação, estamos muito unidos a vocês e, em particular, a todo o povo nicaraguense. Saibam que podem contar com nossa oração e apoio fraterno.

Sabemos que as coisas não estão fáceis, mas os Missionários Redentoristas na Província da América Central e na Nicarágua, com esperança e caridade apostólica, sempre foram portadores da Boa Notícia da Redenção. Como Mensageiros de paz, pedimos ao Senhor que os ajude, neste momento, a serem seus mais fiéis porta-vozes; Testemunhas do Redentor, solidários para a missão, em um mundo ferido.

Que Santo Afonso seja sempre sua referência missionária. Que nossa Mãe do Perpétuo Socorro, com seu maternal carinho, interceda por todos vocês neste e em todos os momentos de suas vidas e missão.

Recebam nosso mais sincero afeto e apoio em Cristo Redentor!

Pe. Michael Brehl, C.Ss.R.
Superior Geral

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.