Por Polyana Gonzaga Em Artigos

PARABÉNS, MARIA: Com você renasce o mundo!

 

MARIA: Com você renasce o mundo!

Estamos falando do dia em que Maria nasceu, segundo a tradição cristã que começou no Oriente e só veio a ser celebrada aqui no Ocidente, no século VII, com o nome de “A Natividade de Maria”. Esta celebração tem a ver como o Mistério da Encarnação.

Toda a literatura apócrifa, isto é, os escritos da fé popular dos primeiros séculos do cristianismo, se referem à Natividade de Maria e é compreendida como um marco entre o Novo e o Antigo Testamento. Em Maria Deus escolhe a criatura para fazer sua morada na terra e estabelece a Nova Aliança que salva toda a humanidade.

Um padre da Igreja do Oriente, faz um sermão sobre a Natividade da Mãe de Deus, com estas palavras: “O dia do nascimento de Maria é também aquele do nascimento do mundo inteiro, porque este dia viu nascer o primeiro ser humano, o Primogênito de Deus Pai, Jesus Cristo. Ora, a terra deu, verdadeiramente, o seu fruto (...).Ora, o céu sabe de não ter sido criado em vão, porque a humanidade, pela qual o céu foi feito, vê a LUZ, que é Jesus Cristo nascido de Maria.

É por este motivo que a criação toda inteira presta a Maria um louvor sem fim, todas as línguas cantam a sua glória com voz unânime, todas as criaturas e todos os coros dos anjos não se cansam de criar hinos e cânticos para a Mãe de Deus.Também nós queremos celebrar o dia do teu nascimento, Maria,  e todos juntos te oferecemos o nosso louvor, porque o teu amor por todas as criaturas da terra nos trouxe a graça encarnada,  a quem deste da tua carne, que é a nossa carne,  e deste do teu sangue, que é o nosso sangue. Pois, toda a humanidade, homens e mulheres, somos filhos e filhas adotivos do mesmo Pai, que enviou seu Filho Unigênito de uma Virgem e Primogênito dentre todos os irmãos e irmãs, que é a Nova Criação. Nesta Nova Criação, Maria da Natividade, tu foste  escolhida como dom oferecido a Deus Pai, para enfeitares, da tua beleza, toda a humanidade”.

Ó Trindade Santa, dá-nos dos tesouros da tua misericórdia, dado que, a maternidade divina de Maria marcou o início da nossa salvação, a festa da sua Natividade, marca a plenitude do nosso crescimento de filhas e filhos no teu mistério de amor. Amém! 

Irmã Lina Boff é teóloga e professora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.