Por Carmen Novoa Silva Em Artigos

Visitação de Maria

“Que existe em ti, Maria, quando no ‘Magnificat’ – um canto revolucionário – ninguém te olha com suspeita? Canta e sorri conosco!”

Esta poesia de Dom Hélder Câmara à Virgem lembra a passagem bíblica da sua Visitação a Isabel, sua prima. Ali, o “Senhor fez em mim maravilhas”...veio à lume. Como um espelho da alma de Maria. Plenos de anseios libertadores. Cujo teor vem de encontro a um mundo decadente. A data de Visitação de Nossa Senhora, comemorada pela Igreja no dia 31 de cada maio, intrinsecamente implica na precisão humana e cristã do compartilhar. No caso, compartir dos sentimentos de Isabel num momento delicado, terno e cheio de instantes como o de sua primeira gravidez tardia (já idosa). Solidariedade, nos momentos preocupantes. E presença amiga, nas alegrias.Visitação de Maria.jpg

  :: O mistério da Visitação, prelúdio da missão do Salvador        

IR DE ENCONTRO AO OUTRO

Foi o que fez Maria. Imagine você leitor (a) que uma menina de apenas quatorze anos depois de receber o anúncio do anjo Gabriel, resolve partir com pressa a uma cidade de Judá...(Lucas 1,39)

Imagine você, Maria, muito jovem, grávida, atravessando caminhos íngremes sozinha. E com pressa... para ir ao encontro do outro (Isabel).

 

Nos dias atuais, existem muitos companheiros de viagem de Maria nesse seu espírito apostólico de ir de encontro ao outro e... escutá-lo.

Nos dias atuais, existem muitos companheiros de viagem de Maria nesse seu espírito apostólico de ir de encontro ao outro e... escutá-lo. Para isso toda uma difícil arte. Porque para ouvir bastam os tímpanos. Para escutar, o coração. A título de exemplificação: Ouve-se o rádio sem a necessidade de amar aquele que ali fala ou canta. Mas para escutar, faz-se todo um apaixonado exercício de caridade. É um esquecer-se de si mesmo a fim de preocupar-se unicamente com o outro.

Ir de encontro ao outro...nestes tempos terceiro milenaristas onde existe a aceitação da primazia das coisas sobre as pessoas. O interesse egoísta não deixa espaço para o comunitário. O eu, sempre eu, sobrepujando o coletivo, surgem seres humanos como Madre Teresa de Calcutá, Irmã Dulce, e nossa Zilda Arns morta em 2010 em missão evangelizadora no Haiti durante o terremoto que destruiu aquele país.

Esses e muitos outros leigos e religiosos envolvidos no anonimato das multidões que formam as pastorais sociais-religiosas. Estas a preencher aquele vazio de ternura e de verdadeira justiça principalmente nas comunidades mais carentes em inúmeras ações sociais. Visitação é ir de encontro ao outro com as mãos... em carne viva. No sentido daquele entusiasmo evangelizador que tende a desatar os grilhões do homem hodierno.

“QUEM AMA, SORRI”

Este é o nome de uma pastoral que pelo próprio nome designa sua função: DOAÇÃO, SERVIÇO E ALEGRIA. Riccioti, o escritor italiano, falava que no Oriente a alegria conduz facilmente ao canto e a improvisação poética. Ainda hoje as mulheres semitas externam em cantos suas horas de alegria. Isso com certeza transparece em sorrisos no encontro das duas mulheres Maria e Isabel. Quem ama sorri, e vai de encontro ao outro e deixa este com sensação de enlevo e feliz. Como aconteceu comigo quando hospitalizada irromperam em meu quarto, senhoras e jovens da pastoral da saúde com palavras alentadoras que me propiciaram o sentido de que “o Senhor faz suas maravilhas” no dia a dia deste terceiro milênio. Por isso creio que Maria e Isabel protótipos das “olhadas por Deus” tinham no rosto a simplicidade do sorriso – sumo das expressões humanas – como redenção para todas as horas. Por que as verdadeiras redenções nascem assim simplesmente. Como ocorreu em Belém...

 

Carmen Novoa Silva da Legião de Maria e da Academia Amazonense de Letras
e membro da Academia Marial – e-mail: novoasilva@yahoo.com.br

Nos dias atuais, existem muitos companheiros de viagem de Maria nesse seu espírito apostólico de ir de encontro ao outro e... escutá-lo.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Carmen Novoa Silva, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.