Por Academia Marial Em Catequese Atualizada em 02 OUT 2017 - 10H59

A devoção a Maria e a bem-aventurança da misericórdia!

A devoção a Maria e a bem-aventurança da misericórdia!As bem-aventuranças resumem a essência da pregação de Jesus, das suas propostas para entendermos e vivermos, entre nós, o reinado de Jesus: amor, paz, justiça, verdade.

As nove promessas de felicidade que iniciam o capítulo 5º de São Mateus convidam a aceitar e viver a Nova Aliança do Reino promulgada por Jesus e com Ele formar o Povo santo de Deus, superando o egoísmo e as ambições. Nos caminhos de felicidade propostos estão as raízes profundas da cultura cristã e das relações que transforma a convivência humana à luz da busca de Deus como o sumo bem.

As bem-aventuranças são opções decisivas para sermos felizes. A verdadeira compaixão leva ajudar real ao necessitado. Nas ações e nas palavras de Cristo, que veio nos libertar do pecado, Deus tornou visível a sua compaixão conosco. Cristo é em pessoa a misericórdia viva do Pai! (Ef 2,4). Ele ensina: Felizes os misericordiosos porque alcançarão misericórdia! (Mt 5,7).

A palavra misericórdia parece soar estranha à cultura moderna. Grupos de poder, dinheiro e ciência manipula a técnica e se tornam cada vez mais ciosos do seu saber e domínio sobre a natureza criada e a própria vida. Infelizmente, por isso também, cresce o egoísmo consumista numa cultura cruel, sem compaixão, fechada no orgulho, nas vaidades, na ambição de posses e prazeres. A nossa é uma sociedade doente mergulhada em guerras, crimes, violências, acidentes de trânsito que causam mais de 45 mil mortos cada ano no Brasil. É o mundo da competição impiedosa do mercado, negócios e política corrompida que se aborrece com a palavramisericórdia. Entretanto, quem não é sensível ao sofrimento, à dor, à dignidades, ao respeito ao outro, tamém não percebe que está longe de Deus e de seu amor.

Na medida em que reconhecemos nossos pecados adquirimos a consciência de nossos limites humanos e percebemos que precisamos de Deus, da sua misericórdia, do seu perdão.

Maria é invocada como: mãe da misericórdia! Ela, a bem-aventurada do Evangelho, proclamou que a misericórdia de Deus vai de uma geração à outra. Ela, em suas entranhas, gerou a Divina Misericórdia! Com o sacrifício do seu coração de mãe do crucificado, prestou sua ajuda samaritana aos redimidos pelo sangue derramado na cruz.

Nos seus Santuários, particularmente em Aparecida, a devoção popular a Maria é instrumento do anúncio de um Deus compassivo e acolhedor. Os santuários marianos são lugares do encontro com os irmãos, na experiência da alegria fraterna. Eles confortam os corações feridos e os vacinam com o antídoto da caridade cristã.

Quando o povo cristão louva Maria nas festas, nos terços, nas procissões e romarias inebriam-se do perfume da misericórdia, que vem do amor paterno-materno de nosso Deus. Por isso invocamos: Maria, Perpétuo Socorro, Auxiliadora, Amparo e Ajuda, clamamos a vós! Vossos olhos misericordiosos a nós volvei! 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Catequese

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.