Por Lúcia Muniz Em Catequese

Maria, a imaculada conceição: Dogma da Fé

maria_imaculada1

“[...] O Papa veio a Aparecida com viva alegria para nos dizer em primeiro lugar: Permaneçam na escola de Maria. Inspirem-se em seus ensinamentos. Procurem acolher e guardar dentro do coração as luzes que Ela, por mandato divino, envia a vocês a partir do alto”.

INTRODUÇÃO

A reflexão que apresentamos sobre o dogma mariano, Imaculada Conceição, pretende motivar o cristão na busca de mais conhecimentos sobre os dogmas marianos, sua importância na formação mariana do povo de Deus, não só no aspecto do conteúdo que cada dogma encerra, mas, sobretudo descobrir a interrelação com o programa pedagógico que Deus articula para a vida cristã de seus filhos. Neste ensaio de estudo, nosso olhar vai estar direcionado para o dogma da Imaculada Conceição.
Teceremos nossas considerações sobre o dogma da Imaculada Conceição refletindo um pouco sobre FÉ, a partir da Carta Apostólica – Porta Fidei -, do Papa Bento XVI que, nos ajudará a viver melhor a nossa fé, no ano da Fé (2012-2013); o entendimento conceitual, etimológico e dados históricos da palavra “dogma”; o dogma da Imaculada Conceição: breve histórico, base bíblica, conteúdo e ensinamentos; concluiremos com uma saudação a Mãe Imaculada.

Autora: Lúcia Muniz. Pedagoga. Professora universitária. Membro da Liga Apostólica Feminina-BA / Movimento Apostólico de Schoenstatt. Associada da Academia Marial de Aparecida. Estudante de Teologia Bíblica e Espiritualidade (Pós-graduação). Faculdade São Bento da Bahia.

Para ler este artigo na íntegra, clique aqui

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lúcia Muniz, em Catequese

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.