Por Academia Marial Em Notícias Atualizada em 27 MAR 2019 - 15H15

Maria, ícone da Igreja solidária com as dores do povo

24ª Assembleia da Academia Marial de Aparecida

 

convite_24a_assembleia_ama_aberto_2

A ‘Academia Marial’ é uma agremiação religiosa, intelectual, cultural e devocional que venera com especial carinho a Virgem Maria. Congrega pessoas dedicadas a amá-la mais, inspirando-se no seu modelo perfeito de vida cristã à luz dos fatos bíblicos onde é inseparável do mistério de Cristo e da Igreja. Os associados crescem na devoção mariana tendo maior conhecimento e consciência do papel de Maria no projeto salvador de Deus. Atenta e fiel à Palavra. Peregrina na fé. Solidária com os oprimidos.  A devoção a Nossa Senhora pode ser vivida tanto como religiosidade popular comum, sempre carente de purificações, como ciência ou saber teológico atualizado. Desde 1985 a Academia cultiva e promove o estudo, a pesquisa e o interesse pela Mariologia (ciência teológica sobre Maria) sendo ao mesmo tempo um instrumento da evangelização popular no Santuário.

 

arta-sacra-nsa-senhora-das-dores_semfundo

No dia 06 de novembro próximo acontece a 24ª Assembleia da Academia Marial, das 8hs às 18hs. A Missa (9hs – TV Aparecida), presidida por Dom Raymundo Damasceno Assis, Cardeal arcebispo de Aparecida e presidente da instituição, abre a programação prevista. Na sala 07 do Centro de Eventos Pe. Vitor Coelho de Almeida haverá uma palestra de manhã e outra à tarde; bem como intervenções dos associados, comunicados e relatórios das atividades da AMA em 2014. O encontro relembrará a Novena de Nossa Senhora Aparecida em sintonia com o projeto do jubileu dos 300 anos do achado da Imagem.  

Com enfoque cultural, artístico e histórico o historiador redentorista Irmão José Mauro Maciel ligará: “A obra de Aleijadinho e os mistérios dolorosos”. O bicentenário de sua morte é motivo de muitas comemorações principalmente em Minas Gerais.  O santuário de Nossa Senhora da Piedade em Caeté é considerado a casa da Padroeira do Estado. Aí está a imagem, primorosa obra barroca do artista. No adro da Igreja do Bom Jesus em Congonhas estão os 12 profetas esculpidos por ele em pedra sabão, conjunto famoso no mundo. A religiosidade sustentou Aleijadinho tanto na sua atribulada existência como na produção admirável de sua arte sacra, patrimônio do Brasil.

O enfoque teológico e mariológico será dado pela Irmã Maria Inês Vieira Ribeiro, Mensageira do Amor Divino, Presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil. Com sua visão feminina de consagrada e zelosa missionária vai desenvolver o tema da Assembleia: “Maria, ícone da Igreja solidária nas dores do povo”. Numa sociedade envenenada pelo egoísmo e o individualismo nas relações, consola e anima contemplar a solidariedade vivida por Maria ao lado de Jesus nos mistérios dolorosos. No caminho do discipulado missionário precisamos dessa primeira cristã, decidida. Sua fortaleza espiritual materna sustenta hoje a Igreja nas suas cruzes. Consola e conforta os aflitos, os pobres, as pessoas sofridas que a ela recorrem e nela confiam. Na dor do Calvário expressou a máxima solidariedade conosco.

Pe. Antonio Clayton Sant’Anna – CSsR
Diretor da Academia Marial

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.