Por Academia Marial Em Notícias

Mês de maio é dedicado a Maria e a oração do Santo Terço

 

nossa_senhora_e_o_terco

Maio é um mês especialmente dedicado a Maria e à oração do Santo Terço. Trazemos aqui uma importante reflexão sobre esta oração, feita em uma entrevista do Cardeal Santos Abril y Castelló, arcipreste da Basílica Papal de Santa Maria Maggiore, pela Rádio Vaticano. Uma oração simples e profunda, nascida, segundo a tradição, no século XIII com os dominicanos e depois sempre promovida pelos Papas.  Disse ele:

“O Terço, como é bem conhecido, é uma oração que medita os momentos mais importantes da vida do Senhor e da vida de Nossa Senhora. Portanto, tenhamos Maria como Mestra que nos acompanha no caminho para seguir o Senhor mais de perto”.

A dimensão mariana é muito presente também no Papa Francisco:

“Sabemos que é um homem de uma devoção profunda a Maria e eu, como arcipreste da Basílica de Santa Maria Maior, quero acrescentar que apenas eleito Papa, na mesma noite da eleição, quando estávamos jantando, ele logo me disse: “Quero fazer uma visita a Nossa Senhora amanhã, para colocar sob a sua proteção todo o meu Pontificado”. E veio sete vezes a Santa Maria Maior; ele me diz sempre que vem com grande prazer porque encontra em Nossa Senhora a direção, a inspiração para todas as suas ações”.

A oração do Terço em família – dizia também o Santo João Paulo II – ajuda a família a permanecer unida.

“Sabemos que é uma belíssima frase que ecoou em alguns Papas e é verdade, porque encontrar uma família em que os pais e filhos são unidos na oração e rezam por tudo o que precisam, para aqueles da própria família e de outras famílias, serve para criar um ambiente de maior unidade entre os pais e filhos, e é uma maneira de crescer e fazer crescer esta família que tantas vezes é chamada “Igreja doméstica”: isso verdadeiramente constrói a Igreja”.

Que conselho daria a tantos que encontram dificuldade em rezar o Terço, porque o consideram uma oração repetitiva?

“Tem um conselho que me foi dado há tanto tempo e eu sigo frequentemente: para estarmos um pouco mais atentos às meditações dos mistérios que se contemplam, acredito que seja útil poder colocar ao inicio de cada mistério, uma intenção particular, e dizer: “Quero oferecer este mistério pelo meu pai, que pode não estar bem, por algum membro da família, por um dos filhos ou por outra intenção”, ampliando também o horizonte a toda a Igreja. Neste mistério, queremos rezar especialmente pelo Santo Padre, pelo seu projeto de reforma da Igreja, que o Senhor o ajude”.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.