Por Academia Marial Em Notícias

Santuário de Nossa Senhora da Aparecida, Portugal

 

sra_aparecida_portugal_site_1

O Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na paróquia de Balugães, arciprestado de Barcelos em Portugal, espera esta sexta-feira dia da celebração da Assunção de Nossa Senhora, “milhares de devotos” em peregrinação das dioceses de Braga e de Viana do Castelo. (Ecclesia)

Foi neste lugar que ocorreu a primeira Aparição Mariana em Portugal, em 1702, a um jovem pastor, de nome João; tendo-se erguido aí um pequeno ermitério, a pedido da Nossa Senhora.Alguns anos mais tarde, no século XVIII, foi construído um templo maior (a actual igreja), em frente da pequena capelinha, para que se pudesse acolher todos os fiéis e peregrinos, que aqui rumavam para venerar o sítio onde a Mãe de Deus se dignara aparecer.

O novo templo em honra da Senhora, foi mandado edificar, entre 1707 e 1720, pelo Arcebispo Primaz de Braga, D. Rodrigo de Moura Teles, vindo assim satisfazer a vontade dos fiéis. Desta conjugação de vontades, resultou um grande e formoso templo, de estilo neoclássico, com duas torres, sendo os seus altares de estilo barroco, de uma policromia extraordinária. Aqui, poder-se-á encontrar o mais belo estilo barroco no altar-mor desta igreja.

 

santuario_aparecida_portugal_300x225_1

História da Aparição:

«Era, numa tarde cálida de Agosto de 1702, andava um pequeno pastor, de nome João, a guardar, como de costume, o seu rebanho, no monte de Castro de Balugães, a três léguas ao norte de Barcelos; de súbito, se desencadeou uma trovoada, medonha; o pequeno, entrando-se de medo, sem poder reunir o espavorido rebanho, viu-se compelido a procurar abrigo no desvão duma lapa, no lugar em que o surpreendera a tempestade. A emergir de um envoltório de luz suave, apareceu-lhe a Senhora, que lhe perguntou a razão do seu espanto; e ele, que nascera mudo, desprendendo-se-lhe a fala, responde-lhe que chora de susto. Anima-o a Virgem, e diz-lhe que vá prevenir o pai (este era pedreiro), que era seu desejo que lhe construí-se ali uma ermida.
Correu a criança a comunicar as ordens recebidas; mas o pai não lhe deu crédito, nem, ao menos, inquiriu do filho a razão daquela estranha mudança, pois via-o agora a falar. Volta no dia seguinte ao monte o pastorinho, que desta vez chorava de fome; apareceu-lhe de novo a Senhora a reiterar o pedido, a fim de o alentar e de reduzir a incredulidade daquele pai insensível, adverte que vai mudar em pedaços de pão alvíssimo as migalhas, quase esgotadas, do pão negro do alforge que sobrava o esfomeado zagal; da mesma sorte, deste pão de milagre, o forno vazio da sua casa o pai encontraria repleto a mais não caber. E o duplo milagre deu-se».

Mais tarde, estando João a ajudar o pai, a erguer a capelinha, caiu de uma ponte alta, com o cântaro cheio de água. O rapaz não se aleijou, nem o cântaro se partiu, não deixando cair sequer a água.

O Pastorinho acometido de infantilismo, quiçá provocado por meningite quando criança, apareceu curado depois da Aparição, e tão radicalmente que foi nomeado pelo próprio Arcebispo de Braga, Sacristão dos templos da Senhora, nos quais ajudava às missas, como qualquer normal. Neste ministério viveu durante oito anos, assistindo como colaborador manual à edificação das duas capelas, sobre a laje em que lhe apareceu a Senhora, e à do templo-memória, durante os três últimos anos da sua vida. Antes da cura milagrosa, chamavam-lhe João Mudo, e depois era tratado por «Fr. João de Nossa Senhora Aparecida».

A 15 de Agosto, realiza-se uma grande peregrinação, que parte da Capela de S. Bento em direção ao Santuário de Nª Senhora. Nela participam as freguesias dos concelhos limítrofes, pertencentes às Dioceses de Braga e de Viana do Castelo.

Debaixo da capela construída sobre o penedo onde ocorreu o milagre a João Mudo, pelo que recuperou a fala, existe um corredor muito baixo e estreito cavado no penedo, pelo que, segundo a crença, só passa quem estiver em graça.



Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.