Código Personalizado
Revista de Aparecida

Fachada Norte: José do Egito

Escrito por Pe. Marko Ivan Rupnik, SJ

22 JUN 2022 - 09H00 (Atualizada em 09 JAN 2023 - 10H31)

Thiago Leon

Amigos da Revista de Aparecida, continuamos nosso estudo sobre a Fachada Norte do Santuário Nacional. Neste mês, apresentamos duas cenas: José explica os sonhos do Faraó (Gn 41,1-36) e José administrador dos bens do Egito (Gn 41,38-57).

Fachada Norte: José explica os sonhos do Faraó

Deus fala aos pagãos: é o Espírito de Deus que sopra no coração dos pagãos à noite, como sonho. O próprio Cristo afirma que o Espírito é como o vento: você não vê de onde vem nem para onde vai; ele se move e você não pode controlá-lo, precisamente porque o Espírito é livre. Deus fala em um sonho ao faraó, José lhe explica o que Deus lhe está dizendo e ao fim se manifestará que também a vida do povo da aliança, da descendência de Abraão, está ligada ao sonho do faraó. Então não há uma fronteira absoluta entre crentes e não crentes, entre a Igreja e o mundo: toda a humanidade tem um só Pai, quer o conheça ou não, quer o reconheça ou não. E, portanto, a humanidade é filial e a vida de um depende da vida do outro.

Thiago Leon
Thiago Leon
José explica os sonhos do Faraó


José é um homem que não se apresenta a si mesmo como aquele que possui as soluções; ao contrário, ele está aberto à realização do desígnio de Deus, de Deus Pai. O Pai tem um desígnio, e José o realiza. Não se trata de que ele cresça em poder, mas de que Deus possa realizar seu desígnio de salvar os povos da fome pelo simples fato de que José não busca a si mesmo: ele é lugar da manifestação divina e de seu desígnio de salvação para todos os povos ao redor, sem distinção.

O verdadeiro conhecimento de Deus é o amor, e o amor não pode ser experimentado de maneira abstrata, mas somente com os outros. José manifestou o desígnio de Deus diante da questão dos celeiros e da fome — este é o lugar onde se conhece a Deus. Deus fala ao mundo, às pessoas em todos os lugares, e nós, a Igreja, somos portadores da Palavra no mundo, fazemos parte dessa Palavra que se fez homem para tornar seu significado legível ao mundo. Mas, para que isso de fato aconteça depende da nossa disposição, depende que ela seja como a de José, que considerava a si mesmo como o leito de um rio por onde passa o amor de Deus Pai.

Fachada Norte: José administrador dos bens do Egito

Quando José é elevado ao cargo de governador de todo o Egito, não é ele quem sobe ao trono, mas é o faraó quem se curva desde o trono em direção a José. É na humildade esmagadora de José que o faraó reconhece o Espírito de Deus. E quando o faraó o reconhece, ele não o faz porque José é grande, mas porque manifestou Deus.

Thiago Leon
Thiago Leon
José administrador dos bens do Egito


Assim, também no momento histórico de crise em que vivemos, o Papa Francisco indica o caminho, não de defesa, mas de saída, para ir ao mundo e viver com as mulheres e os homens de hoje. Se Deus habita em nós, e se nós estamos em Cristo, se manifestará o desígnio do Pai para salvar o homem na história.

Prosseguiremos nosso estudo nas próximas edições da Revista de Aparecida. Até lá, você pode se aprofundar na catequese da Fachada Norte assistindo aos vídeos do “Cena a Cena” no canal do Youtube do Santuário Nacional.

No livro “Êxodo: Caminho para a libertação” você também entenderá, de forma mais profunda, a Teologia presente na obra da Fachada Norte.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Marko Ivan Rupnik, SJ, em Revista de Aparecida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.