Código Personalizado
Revista de Aparecida

Jornada Bíblica: Os violentos conquistam o Reino dos Céus (cf. Mt 11,12)

Escrito por Pe. Domingos Sávio da Silva, C.Ss.R.

10 DEZ 2022 - 16H22 (Atualizada em 11 JAN 2023 - 09H32)

Wikimedia Commons

Quando brotou de Seu coração, o desejo de Deus era que Sua proposta de Reino divino antecipado na História, fosse cativante atração para a inteira humanidade: “virão muitas nações e dirão: ‘Vinde, subamos ao monte de Javé e ao templo do Deus de Jacó; ele nos ensinará seus caminhos, e nós andaremos por suas veredas’; pois de Sião sairá a lei e de Jerusalém a palavra de Javé” (Mq 4,2).

Mas, a liberdade é o que de mais precioso Ele nos deu já em Seu projeto criador. Comparou-a à árvore central, mais importante do paraíso (cf. Gn 3,3a). Quis e sempre quererá que Sua vontade, Seus planos, por maravilhosos que sejam, passem por nossa opção: sejam filialmente acolhidos, ou infelizmente, rejeitados! E foi assim também na inauguração da plenitude dos tempos, quando Seu eterno Filho encarnado inicia a missão de nos trazer esse Reino “com a força do Espírito Santo”, começando por “Nazaré, lugar onde tinha sido criado” (cf. Lc 4,14ss.).

Apresenta o Reino como sonho que Deus já nos confidenciara em Isaías: “‘O Espírito do Senhor está sobre mim porque me ungiu para evangelizar os pobres, mandou-me anunciar aos cativos a libertação, aos cegos a recuperação da vista, pôr em liberdade os oprimidos ‘e proclamar um ano de graça do Senhor’... “Cumpriu-se hoje esta passagem da Escritura diante de vós” (v. 18-19.21).

Todos se admiram das “palavras encantadoras que saíam de sua boca”. Mas, já O desqualificando como Messias: “porventura não é este o filho de José?” (v. 23), um Messias que em nada Se distingue de nós?

Mas, Jesus não perde tempo nem ocasião de ir ao cerne da questão: “Na verdade vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua terra. “Na verdade vos digo: havia muitas viúvas em Israel no tempo de Elias, quando o céu foi fechado durante três anos e seis meses e houve grande fome em todo o país. “Entretanto, Elias não foi enviado a nenhuma delas, mas sim a uma viúva que morava em Sarepta, no território de Sidônia” (v. 24-26). Faltava fé em Deus e em Seus planos!

Descrença que busca já a eliminação d’Ele: “Levantaram-se e expulsaram Jesus da cidade. Levaram-no até o alto do monte sobre o qual estava edificada sua cidade, para o precipitarem de lá” (v. 29). Prenúncio profético do que será Sua inteira vida a culminar na paixão e morte cruéis.

E não era para menos! A Boa Nova aos “pobres”, libertação aos “cativos”, recuperação da vista aos “cegos”, liberdade aos “oprimidos” só aconteceriam se todos vivessem “um ano de graça do Senhor”, quando todas as dívidas e diferenças entre o povo fossem anuladas! Quando todos, matando nos corações toda discriminaçãodominação sobre seus semelhantes, renascessem igualitários, solidários, fraternos! Quando afinal brotasse uma humanidade sem oprimidos porque finalmente sem sua causa e origem, sem opressores!

O “Egito” nunca abre mão espontaneamente de seus escravos: “Vamos tomar sábias medidas contra eles” – adverte o faraó a seus apoiadores, a respeito dos hebreus que crescem em número e força em seu meio – para que “(não) saiam do país” (Êx 1,10).

Será então, na violência do Amor, levada a seu extremo (“amou-os até o fim”, Jo 13,1), não se dobrando nem diante do ódio mortal (“Pai, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem”, Lc 23,34a), que Jesus e seguidores plantarão o Reino no coração da humanidade. “Não penseis que vim trazer paz à terra: não vim trazer paz, mas a espada” (Mt 10,34).

• Tenho coragem de afirmar que já acolhi o Reino de Deus, e até que luto por sua implantação no mundo, como verdadeiro(a) discípulo(a) de Jesus.


Plantão Bíblico
Você tem alguma pergunta sobre a Bíblia?

Se tem algum questionamento ou o texto gerou alguma dúvida, envie-nos sua pergunta. Ela será respondida pelo Pe. Domingos Sávio, C.Ss.R..
A cada mês uma questão bíblica será explicada!
devotos@santuarionacional.com
Caixa postal: 41 | CEP: 12570-970 – Aparecida-SP



Clique aqui e participe da Família dos Devotos!

Ajude a Obra Evangelizadora da Casa da Mãe Aparecida!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Domingos Sávio da Silva, C.Ss.R., em Revista de Aparecida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.