Por Jovens de Maria Em Jovens de Maria Atualizada em 27 ABR 2020 - 10H23

11 semelhanças entre a vocação de Moisés e a de Jesus

Foto:Shutterstock/ Arte: Rosane Pereira
Foto:Shutterstock/ Arte: Rosane Pereira

A vocação é um chamado, um dom gratuito de Deus. Compreender a vocação como um dom é assumir os planos de amor do Pai para a nossa vida. O Catecismo da Igreja Católica nos ensina que:

1701. «Cristo, [...] na própria revelação do mistério do Pai e do seu amor, manifesta plenamente o homem a si mesmo e descobre-lhe a sua vocação sublime» (2).

Porém, sempre é bom lembrar que esse chamado de amor exige de nós uma resposta. Para que esse sonho se realize, é necessária a nossa participação, acolher essa promessa.

Shutterstock/ Carballo
Shutterstock/ Carballo

Jesus, sendo o Ungido, Filho de Deus Pai, aceitou sua vocação; Moisés também. Ambos são ótimos exemplos para entendermos com profundidade esse chamado.

Que tal descobrir as semelhanças entre os dois?

1- Foram vítimas de tentativa de assassinato quando eram crianças. (cf. Ex 1,22 e Mt 2, 16)

Após surgir um novo rei no Egito, cheio de ambição e cego pelo poder, começou a impor trabalhos forçados aos hebreus e com medo de que esses pudessem se voltar contra os egípcios decidiu matar todas as crianças do sexo masculino, jogando-as ao rio. A mesma sede pelo poder e a ganância cega, fez com que Herodes decidisse matar todos os meninos até dois anos de idade. Hoje, são conhecidos como os Santos Inocentes.

2- Foram enviados ao Egito para preservar suas vidas; (cf. Ex 2,2 e Mt 2,13)

Para salvar Moisés, sua mãe decidiu abandoná-lo e ele foi adotado pela filha do faraó. Em sonho, José foi avisado pelo anjo para partir para o Egito com Maria e Jesus.

3- Moisés é o príncipe do Egito e Jesus, o Príncipe da Paz; (cf. Ex 2,10 e Is 9,5)

Shutterstock/Por Motortion Films
Shutterstock/Por Motortion Films


Moisés
é considerado o príncipe do Egito, porque foi adotado pela filha do faraó. Jesus é o Príncipe da Paz, porque nos traz a plenitude, a paz completa, inteira, a vida em abundância

4- São pastores, Moisés do rebanho de seu sogro; e Jesus o Bom Pastor, que deu a vida pela humanidade; (cf. Ex 3,1 e Jo 10,11)

Leia MaisVocação de Moisés, nossa vocação

A imagem de Moisés como pastor simboliza sua missão de conduzir os hebreus para a terra prometida.

O Bom Pastor é a imagem do Cristo, que vem até nós para nos salvar, nos conduzir e nos libertar.

5- Moisés libertou Israel da mão dos egípcios e Jesus libertou a humanidade do pecado; (cf. Ex 4, 17 e Rm 6, 22)

Thiago Leon
Thiago Leon


Moisés foi instrumento para tirar o povo da opressão
do faraó; Jesus, no seu sacrifício na cruz, nos salvou do pecado, da condenação.

6- Ambos jejuaram por 40 dias; (cf. Ex 24, 18 e Mt 4, 2)

Moisés Jejuou para receber a lei de Deus nos mandamentos. Jesus jejuou por um significado novo: sujeitou-se a essa privação para nos mostrar a necessidade da penitência e nos apresentar o novo Adão.

7- Depois do povo hebreu ter pecado ao fazer o Bezerro de Ouro, Moisés ofereceu sua vida pela salvação de seu povo e Jesus ofertou a sua vida pela salvação de todos nós; (cf. Ex 32, 11 e Rm 10,10)

Moisés intercedeu pelo povo hebreu, após eles terem construído um bezerro de ouro enquanto ele estava na presença de Deus. Insistiu para que o Senhor tivesse misericórdia. Jesus é a própria misericórdia, e se entrega até a morte - E morte de cruz! - para a nossa salvação.

8- Moisés e Jesus realizam Sinais e Milagres (cf. Ex 4,4 e Jo 2,7)

Em ambas vocações, para que as pessoas acreditassem que Deus pode mudar todas as situações, nos ama e tem misericórdia de nós: sinais, prodígios e milagres foram realizados.

9- A bíblia  não conta sobre quando Moisés e Jesus eram jovens;

Shutterstock/ Luis Molinero
Shutterstock/ Luis Molinero


Não há relatos de como foi a juventude de Moisés e nem de Jesus.
Só detalhes da sua infância e da vida adulta. (ficamos curiosos, né?)

10- Foram rejeitados pelo seu próprio povo; (cf. At 7, 35 e Jo 1, 11)

Leia MaisO Deus de ontem, hoje e sempre

Somos um povo de cabeça dura mesmo, e não compreendemos de primeira que Deus só quer o nosso bem.

11- Moisés trouxe a lei de Deus no Monte Sinai e Jesus, trouxe as Bem-Aventuranças. (cf. Ex 20, 1-19 e Mt 5, 3-12)

Quem nunca ficou na dúvida sobre o que fazer? Com esse cuidado, Deus sempre possibilitou com que tivéssemos orientações e não andássemos no escuro.

share  Curtiu essas curiosidades? Compartilhe com todos os seus amigos!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Jovens de Maria

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.