Por Jovens de Maria Em Comportamento Atualizada em 11 MAI 2020 - 08H50

Como escolher a profissão certa?

Fala, Jovem de Maria!

Um tempinho atrás, a gente conversou aqui sobre como descobrir o que Deus quer de mim, lembra? Demos um tempinho pra você refletir, o ano começou - meio diferente, é claro - mas quando chegar o fim do ano, talvez você queira saber pra onde vai.

É nisso que nós vamos te ajudar a decidir neste post*! Continue lendo!  fast_forward

Shutterstock/ Ollyy
Shutterstock/  Ollyy

*por Mauro Sérgio da Silva

O momento de escolher uma carreira profissional é uma ebulição de elementos diferentes: a pressão da família, seus gostos pessoais, a opção por uma carreira sólida e bem remunerada, etc.

São diversas coisas que se juntam e, por isso, muitos alunos concluintes do ensino médio têm extrema dificuldade em se decidir.

Por isso, vamos aqui explicar algumas questões importantes obre o tema.

Existem 3 tipos de cursos superiores: as licenciaturas, os bacharelados e os tecnólogos.

Shutterstock
Shutterstock


As
licenciaturas são cursos de 3 a 4 anos, voltados para a formação de professores. Cursos de História, Geografia, Biologia, Artes, Matemática, Letras/Português e Letras/Inglês, por exemplo, habilitam o professor a ensinar no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio.

Já os cursos de Filosofia, Sociologia, Física e Química habilitam o professor a ensinar apenas para o Ensino Médio, pois estas disciplinas só são ministradas nessa etapa da vida escolar.

O curso de Pedagogia, por outro lado, habilita o professor a ensinar crianças de 0 a 5 anos (creche e pré-escola) e também no Ensino Fundamental I, que vai do 1º ao 5º ano.

É comum nos cursos de licenciatura haver disciplinas pedagógicas, como História da Educação, Psicologia da Educação, Teorias da Aprendizagem, Estágio Curricular e TCC.

Shutterstock
Shutterstock


Já os
bacharelados são voltados para a formação de profissionais em diversas áreas. Geralmente, os cursos têm de 4 a 6 anos de duração, como por exemplo:

Cursos de 4 anos – Administração, Fisioterapia, Enfermagem, Jornalismo, Farmácia, Nutrição, Economia, Serviço Social, Odontologia, etc.

Cursos de 5 anos – Direito, Psicologia, Arquitetura, Engenharias, etc.

Cursos de 6 anos – Nesta categoria entra o curso de Medicina.

Os cursos tecnólogos também são considerados formação de ensino superior e habilitam o aluno a cursar uma pós-graduação. Geralmente, eles duram entre 2 anos e 3 anos, o que favorece uma inserção mais rápida do profissional no mercado de trabalho. Neste caso, o tempo pode variar de uma universidade para outra.

Os mais comuns são: Gestão de RH, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão Ambiental, Gestão Financeira, Gestão da Qualidade e Logística.

shutterstock
shutterstock


Qual a diferença entre ensino presencial e a ensino à distância?

O ensino presencial é o modelo tradicional no País, onde o aluno tem contato direto com professores todos os dias, de acordo com suas disciplinas. Os valores das mensalidades costumam ser maiores, no caso do ensino privado.

Já no ensino à distância (EAD), o aluno tem acesso às disciplinas por meio de uma Central de Aprendizagem On-line, onde os textos, vídeos e a atividades ficam disponíveis ao aluno 24h por dia. Existe também um calendário a ser cumprido para realizar as atividades.

Existe diferença entre diploma presencial e à distância?

Não. Uma portaria do Ministério da Educação garante que os dois diplomas tenham o mesmo valor; portanto, eles são idênticos. Não há escrita nenhuma marcação que diferencie se a graduação foi presencial ou não.

Shutterstock
Shutterstock


O que devo considerar ao escolher um curso de graduação?

Profissionais da educação e da saúde sempre estarão em alta demanda. Se mais crianças nascem, serão necessários mais professores. As prefeituras são responsáveis pela Educação Infantil e Ensino Fundamental I e, para isso, realizam concursos de acordo com a necessidade.

Uma cidade muito grande, por exemplo, tem milhares de escolas e precisa de muitos professores. O Brasil tem, atualmente, mais de 2,5 milhões de professores.

O setor da Saúde também é uma área que contrata muita gente. O Sistema Único de Saúde (SUS) tem um orçamento de 115 bilhões de reais anuais para cuidar da saúde de todos os brasileiros e, para isso, são necessários médicos, enfermeiros, dentistas, fisioterapeutas, nutricionistas, além de técnicos e auxiliares de enfermagem, além de outros profissionais.

Já no setor privado, os empregos ficam sujeitos à variação da economia. Se uma fábrica diminui a produção de veículos devido a uma crise no país vizinho, por exemplo, os trabalhadores são dispensados. Há setores que são mais sensíveis e outros não. A alimentação, por exemplo, é uma área onde sempre há empregos, pois todas as pessoas precisam se alimentar.

Há também a opção de ser trabalhador autônomo, como é o caso de advogados, arquitetos, decoradores, dentistas, etc. Ele monta um escritório e presta serviços diretamente à população, sua renda é variável conforme os trabalhos executados.

Como escolher?

Embora existam milhares de opções, é importante considerar o que você gosta de fazer: não escolha um curso de Direito ou de História, que exigem leitura, se você gosta mais de Química e Matemática. Faça uma escolha pensando em longo prazo.

Um resumo: o setor público tem mais garantia de emprego, mas paga menos (com exceção dos cargos jurídicos, como procuradores e juízes). Já o setor privado paga mais em certas áreas, mas existe a chance de ficar desempregado enquanto a economia estiver ruim.

A vida é uma só, e quando ela terminar você deve ter a clareza de que fez o que realmente gostava. Dinheiro é importante sim, mas nem tudo se pode comprar.


*Mauro Sérgio da Silva é licenciado em História pela Uninove em 2015 e pós-graduado em Política e Sociedade pela Faculdade São Luis, em 2016.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Comportamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.