Comportamento

Os benefícios de um abraço grátis!

Escrito por Raquel de Godoy Retz

20 MAI 2022 - 08H00 (Atualizada em 23 MAI 2022 - 10H47)

Muitos estudos já demonstram que o ato de abraçar libera hormônios para ambas as pessoas. Mesmo o toque de mãos já é importante para a liberação de ocitocina, que de forma geral é entendida como acolhida, segurança, reconhecimento, felicidade e ajuda a diminuir o nível de estresse.

Em 2004 surge o “dia do abraço” com um australiano que resolveu distribuir “abraços grátis”. Talvez em muitas sociedades, famílias, grupos de amigos os abraços estejam sendo raros e até uma data especial se faça necessária.

Quando éramos crianças o abraço era a vital comunicação com as mães. É importante para o desenvolvimento cognitivo, autoestima, autoconfiança, percepção corporal e indenitária, desenvolvimento psicológico, emocional, social, comportamental e espiritual.

Ao crescer os adolescentes podem expressar que não gostam e nem querem beijos e abraços, mas continuamos com a mesma necessidade de segurança e afeto, porém trocamos por outras formas de obter os mesmos efeitos.

shutterstock
shutterstock

Mas vale lembrar que sem abraços corremos o risco de não os substituir adequadamente. A falta afetará a percepção de sucesso, de felicidade e de autoestima, sobretudo.

Pare um minuto e reflita se você abraça com carinho as pessoas próximas a você, se você recebe abraços suficientes, se você está aberto(a) a ser abraçado(a). Vamos cuidar uns dos outros e abraços presenciais ou “abraços distantes” com mensagens, olhares, sorrisos são sempre alimento para a saúde emocional de todos nós.

Leia Mais10 versículos para entender Deus como amigo

Um abraço pode valer uma alegria que dará a você força para enfrentar os desafios do cotidiano; um abraço pode resgatar a autoestima de alguém e assim evitar doenças como depressão (e olha que isso mata); um abraço é reconhecimento da importância do outro para você e de você para o outro.

Não deixe de dar amor aos outros. Não deixe de testemunhar sua fé! Não deixe de mostrar ao mundo por meio de seus gestos o quanto é importante o amor de Cristo e da Mãe Aparecida para você.

Mesmo que seja difícil dar o primeiro passo, ou melhor o primeiro abraço: dê e aceite abraços das pessoas que te amam.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Raquel de Godoy Retz, em Comportamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.