Comportamento

Como e por que controlar meu dinheiro?

Leonardo Souza Lima - Sodalícios (Arquivo pessoal)

Escrito por Leonardo Souza Lima

31 MAI 2021 - 13H32

Shutterstock dinheiro - riqueza (Shutterstock)

Ei jovem, você já parou para pensar em como utiliza o seu dinheiro? Costuma gastar tudo? Guardar tudo? Tem dúvidas sobre como utilizá-lo? Neste texto, vou dar uma pequena orientação para responder a estas perguntas, seguindo algumas dicas que encontramos nas Sagradas Escrituras.

Leia MaisQual a diferença entre o Dízimo e a oferta na Missa?É interessante notar que o trabalho foi apresentado ao homem logo após o pecado original de Adão e Eva, como um castigo para esse pecado e, a partir desse momento, o homem deveria trabalhar para garantir o seu sustento (Gn 3,17). Então, é através do nosso esforço ou do esforço dos nossos pais que temos o dinheiro para suprir as nossas necessidades, exige suor, sacrifício, não “cai do céu” e, por isso, deve ser valorizado e bem utilizado.

Antes, porém, vale a pena ressaltar que não existe um modelo exato para lidar com o dinheiro; isso vai depender de cada pessoa e das circunstâncias de vida de cada um. Todos temos necessidades, desejos e vontades e cada um deve fazer um discernimento para saber como utilizar o dinheiro com responsabilidade para satisfazer tudo isso.

Shutterstock
Shutterstock


Vamos ver os critérios que a Bíblia nos apresenta:

O Evangelho de São Mateus 6, 24 diz o seguinte: “Ninguém pode servir a dois senhores. Com efeito, ou odiará um e amará outro, ou se apegará ao primeiro e desprezará o segundo. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro”. Portanto, não podemos colocar nossa confiança no dinheiro esquecendo de Deus. Isso fica mais claro ainda em 1 Timóteo 6, 10: “Porque a raiz de todos os males é o amor ao dinheiro, por cujo desenfreado desejo alguns se afastaram da fé”.

Leia MaisOs jovens e a difícil tarefa de pouparEstas passagens nos mostram que devemos usar o dinheiro - e não ser usados por ele. Muitas vezes, o problema não está em ter ou não o dinheiro, mas na forma como o utilizamos. Conheço muita gente que é rica, mas não é feliz e muitos que vivem com pouco e são muito realizados.

É muito importante ter um controle, fazer anotações do valor que recebemos e do valor que gastamos no mês, antes de sair gastando tudo que recebemos sem consciência. Pode ser útil enumerar 3 tipos de gastos: Essenciais (aluguel, luz, telefone), necessários (internet, transportes, cursos) e os supérfluos (roupas da moda, celular de última geração, lanchonetes).

Shutterstock
Shutterstock

Depois de identificados os tipos de gastos, podemos agir para reduzir os custos como, por exemplo, cortando os gastos supérfluos, tendo um consumo mais consciente, economizando.

É muito importante lembrar sempre que o dinheiro é um meio que ajuda o homem e não um Fim; é um meio que pode trazer felicidade, mas não é a felicidade; a felicidade plena só podemos encontrar em Deus.

Por fim, gostaria de deixar a passagem de Hebreus 13,5: “Que o amor ao dinheiro não inspire a vossa conduta. Contentai-vos com o que tendes, por que ele próprio disse: Eu nunca te deixarei, jamais te abandonarei”. A providência de Deus é infinita e sabe de todas as nossas necessidades.

:: Curtiu as dicas e a reflexão? Você tem alguma dica a acrescentar?
Comente aqui embaixo e compartilhe com quem você quiser!

Escrito por
Leonardo Souza Lima - Sodalícios (Arquivo pessoal)
Leonardo Souza Lima

Membro do Movimento de Vida Cristã, casado, pai de 3 filhos. Formado em administração, especializado em consultoria financeira e orçamento doméstico.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Comportamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.