Crescendo na Fé

Por que ser honesto é importante?

Júlio Egrejas (Arquivo Pessoal)

Escrito por Júlio Egrejas

28 ABR 2021 - 15H14 (Atualizada em 30 ABR 2021 - 09H20)

Shutterstock/ Cookie Studio homem o levantando e segurando a mão no peito, prometendo ser honesto; promessa, juramento (Shutterstock/ Cookie Studio)

Essa pergunta é muito boa, porque faz a gente pensar nas razões que justificam, e até mesmo nos incentivam, a sermos honestos. Afinal de contas, por que deveria eu ser honesto? Por que importa, para mim, concretamente, ser honesto?

Leia Mais Seguir Maria para cada vez ser mais de Jesus!

Essa questão também é boa porque o nosso contexto atual está recheado de desonestidade e nem sempre encontramos razões que justifiquem o nosso agir honesto. Quem nunca escutou a frase “por que devo ser honesto, se todo mundo rouba?”, por exemplo?

shutterstock
shutterstock


Mas antes de pensar em pessoas honestas por um lado, ou desonestas, por outro, é preciso entender que as coisas mesmas podem ser honestas ou não.

Leia MaisComo curar as feridas dos relacionamentos mal resolvidos?

Para São Tomás, o honesto é aquilo que tem uma “excelência digna de honra”. Portanto, é aquilo que se destaca (excelência) pelo o que tem de bem em si, e portanto, deve ser respeitado (honrado) e desejado não porque seja útil ou agradável, mas porque é bom em si mesmo, digno de ser reconhecido como tal e ser até mesmo louvado como tal.

Algo belo é honesto, algo bom é honesto, algo verdadeiro é honesto. E, pelo o contrário, aquilo que não o é, é desonesto.

Consequentemente, alguém honesto é alguém que se pauta pelo o que é, em si, honesto. A pessoa honesta é a que se guia, antes mesmo de pensar no seu gosto ou na utilidade para outros bens, no que é belo e verdadeiro em si mesmo, ou seja, honesto. Deve-se notar que a honestidade na pessoa é primeiramente uma eleição interior e só depois algo aparente nas suas ações externas.

Shutterstock
Shutterstock


Um pensamento honesto, um sentimento honesto, um desejo honesto, um olhar honesto... estas expressões agora se entendem melhor, não é mesmo? Quando penso no verdadeiro, meu pensamento é honesto. Quando desejo o bem, meu desejo é honesto. E quando me pauto por tudo o que é honesto, rejeitando o contrário, sou uma pessoa honesta.

Eis aqui a importância da honestidade, e principalmente da pessoa honesta. Uma sociedade formada por pessoas honestas, que vivem segundo o que é bom, constroem um futuro de justiça.

:: E aí, como vai sua consciência?
Compartilhe a reflexão e aproveite para se autoavaliar sempre.

Escrito por
Júlio Egrejas (Arquivo Pessoal)
Júlio Egrejas

Júlio Egrejas nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 1975, é membro do Sodalício de Vida Cristã desde 1993. Desde 2012 mora em Petrópolis, e participa do Movimento de Vida Cristã, onde realiza diversos serviços de evangelização e formação Cristã, com destaque para o Curso Católico de Oração e Espiritualidade. Atualmente está terminando a dissertação em vistas ao Mestrado em Direito Canônico.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.