Jovem de máscara fazendo as suas orações (Shutterstock/ CatwalkPhotos)
Crescendo na Fé

Santidade, hoje: Com Maria nós podemos!

José Duarte de Barros Filho - sodalícios (Arquivo Pessoal)

Escrito por José Duarte de Barros Filho

28 SET 2021 - 08H30 (Atualizada em 21 OUT 2021 - 08H56)

A essência da vocação de todos os católicos batizados é nada mais do que a busca permanente da santidade. De fato, somos convidados a ser santos como o Cristo (cf. 1Pd 1,16), isto ao longo de toda a história da Igreja, e mesmo antes – os “justos” no Antigo Testamento, como Abraão e Elias, viveram com igual perspectiva, diante do chamado que Deus lhes fez.

Cada ser humano, por ser imagem e semelhança de Deus, tem esta vocação natural e primordial. A questão é que, depois do Pecado Original, viver e permanecer na santidade passou a ser uma luta da nossa vontade pessoal contra as tentações do mundo e do diabo, que agora constantemente pressionam a debilidade espiritual humana, herdada da opção equivocada de Adão e Eva.

Leia MaisSão Padre Pio e nósCom tal debilidade e pressão, muitos há que pensam não ser possível uma vida santa, exceto, talvez, para alguns “escolhidos” por Deus, os canonizados e beatificados. Mentira.


O beato Carlo Acutis (+2006) mostra que a santidade é possível também hoje


Certamente, o Pai pede de alguns filhos obras extraordinárias, mas a eles também dá graças extraordinárias. Como diz muito bem o ditado, “Deus dá o frio conforme o cobertor”, e não exige de ninguém algo que ele não possa fazer, ou sacrifício que não possa suportar.

Para a imensa maioria, Deus pede a santidade no dia a dia comum: família, trabalho, lazer… o que faz a diferença é se, ao falarmos com alguém, almoçarmos, vermos um filme ou nos reunirmos com o patrão, o fazemos por amor a Deus e ao próximo.

Isso implica em selecionarmos o trabalho – para que seja honesto, e o lazer – para que seja decente, e o meio que frequentamos – para que seja voltado para o bem (o bem indicado pelo Cristo e não pelas visões mundanas). Uma coisa é ajudar a quem precisa, inclusive espiritualmente; outra é buscar como companhia pessoas que vivem longe do que Deus pede e ensina.

Leia Mais9 frases de Carlo Acutis sobre santidade Santidade é possível, sim, e ardentemente desejada por Deus para nós, mas difícil: e literalmente impossível sem a ajuda da Trindade e da Igreja. De resto, santidade não significa perfeição absoluta; esta só a teremos no Paraíso Celeste.

Porém, o exemplo dos santos nos mostra o caminho, pois eles, à exceção de Nossa Senhora (concebida sem Pecado Original, mas, ao contrário de Adão e Eva, fiel à santidade recebida), também tiveram imperfeições. E foram santos mesmo assim.

Shutterstock/ Asier Romero
Shutterstock/ Asier Romero


Isto vale para cada um de nós. Mas todas as graças que Deus nos dá nos chegam única e exclusivamente através de Maria, pois assim o Pai dispôs, a começar por Jesus, que veio a nós por meio Dela.

Se Jesus A amava e obedecia, Ele, Deus e Homem perfeito, quanto mais nós! Pois Ela sempre nos dirá a mesma coisa: “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5), porém com o acréscimo de purificar, por Sua intercessão de Mãe, nossos pedidos e ações.

Cristo não recusou à Sua Mãe o pedido que Ela Lhe fez nas bodas de Caná, pois A ama e reconhece que tudo o que Ela quer é santo: portanto, não recusará nossos pedidos honestos, se intermediados por Maria. Este é o ensinamento da Igreja.

Devemos conhecer cada vez mais a Maria, verdadeiramente a única via que leva a Jesus, e, assim, ao Céu. 

 A devoção a Maria é fundamental na fé católica, mas o tema exige mais tempo e espaço. Não deixemos de buscá-la!

Escrito por
José Duarte de Barros Filho - sodalícios (Arquivo Pessoal)
José Duarte de Barros Filho

José Duarte de Barros Filho é católico, biólogo, PhD em Zoologia pela UERJ, Pós-Graduado em Ensino Religioso (UCP), e integrante do Movimento de Vida Cristã, onde atua principalmente nas atividades do Centro de Estudos Culturais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.