Por José Eymard Em Crescendo na Fé Atualizada em 01 DEZ 2017 - 10H30

Santo de casa não faz milagre?

Quantas vezes você já ouviu ou falou a expressão: ‘‘Santo de casa não faz milagre’’? Geralmente quem a usa se refere a algum familiar que não vai à Missa, que está nem aí para Deus. Tem quem consiga ser convincente e levar o filho ou filha, a esposa ou esposo e um amigo para a Igreja. Já outros travam e nem conseguem convidar. Existem os que já desistiram de tanto falar e não surtir efeito. A soma de tudo isso deu qual resultado? A famosa expressão: ‘‘Santo de casa não faz milagre.’’ O que fazer agora?

aconselhamento

Convido você a abrir a Palavra de Deus em Marcos 7, 24-30. Essa é a passagem da mulher pagã que insistiu a Jesus pela cura da filha. No primeiro instante Jesus, que é Judeu, diz que não é certo tirar o pão dos filhos para jogá-los aos cachorrinhos. Mas a mulher responde com fé: Senhor, também os cachorrinhos, debaixo da mesa, comem as migalhas que os filhos deixam cair. Jesus salvou a filha da mulher, pois Ele não veio só para uma nação, mas para todos os povos. Mas a cura só foi possível, porque aquela mulher pagã insistiu com Jesus. Esse então é o remédio para nossa tristeza de ver quem amamos longe dos caminhos do Senhor: insistência!

O santo é aquele que intercede. Então como ele 'trabalha'? Por está mais perto de Deus, o Santo ouve nossos rogos e pede ao Senhor por nós. Então 'santo de casa' deve fazer o mesmo. Estar próximo de Jesus e interceder por aqueles que não amam e não conhecem a alegria de estarem na presença d' Ele. Seja diante do sacrário, na Missa após receber a Comunhão, no Terço, na oração pessoal. A atitude que devemos ter é a insistência na oração e 'trabalhar' como os santos, ou seja, ser íntimo de Deus.

 

Quando experimentamos o amor misericordioso do Pai, nos tornamos mais capazes de partilhar esta alegria com os outro.

Eu pergunto quantas vezes você tem rezado pelo seu pai, sua mãe, seus filhos, irmãos? Quantas vezes você tem rezado por aquele que você gostaria que estivesse na Igreja?

Usar a expressão, ‘‘Santo de casa não faz milagre’’ deve sair de nosso vocabulário. Ela só pode voltar depois de todas as tentativas e não houver mais solução. E olha que para isso acontecer é só com a morte, pois para Deus nada é impossível! Pense nos exemplos de Santa Rita de Cássia que foi perseverante na oração pela conversão dos filhos. Pense na mulher do Evangelho que foi atendida por Jesus por tamanha fé e insistência.

Por fim, quero partilhar o que o Papa Francisco tuitou nesta terça-feira (18/08): “Quando experimentamos o amor misericordioso do Pai, nos tornamos mais capazes de partilhar esta alegria com os outros”. Que essas palavras do Santo Padre nos anime a insistir por aqueles que amamos e estão longe dos caminhos de Deus. Que nossa vida seja testemunho para eles e que busquemos também em nossas ações e insistência na oração os levar para os caminhos do Bom Pastor.

‘‘Que cada um procure fazer tudo o que está ao seu alcance para levar, ao Pai, os filhos pródigos, que estão longe d’Ele. Tenham misericórdia e compaixão dos que sofrem’’ (Serva de Deus Ir. Maria Imaculada da Santíssima Trindade O.C.D.).


Escrito por
José Eymard (Foto José Eymard)
José Eymard

Apresentador do Bem-vindo Romeiro na TV Aparecida e Jovem de Maria.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por José Eymard, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.