Por João Antônio Johas Leão Em Crescendo na Fé Atualizada em 17 SET 2020 - 08H59

Vamos falar de Bíblia?

Shutterstock/ Lolostock
Shutterstock/ Lolostock

Pois é, estamos em setembro, mês da Bíblia. E vamos falar de que? Da Bíblia. Mas antes que você saia correndo desse artigo, pensando em que não aguenta mais, ano após ano, escutar falar da Palavra de Deus e não experimentar que está avançando em uma leitura cada vez mais rica e profunda dela, gostaria de propor algo diferente. Você já ouviu falar de um livro que se chama “A Bíblia Passo a Passo”? Se não, você vai gostar dessa série. Continue comigo.

Scott Hahn foi um pastor evangélico que se converteu ao catolicismo e continuou servindo a Igreja por meio do estudo das Sagradas Escrituras. Ele disse que, com esse livro, você “acabará tendo uma visão completamente nova da Bíblia e a continuará (ou começará) lendo – com mais sabedoria e com mais clarividência – durante o resto da sua vida”. É uma promessa interessante, né? Eu li o livro e posso afirmar que, para mim, foi verdade.

A minha proposta, caso você decida aceitá-la (tipo missão impossível), é fazer um voo panorâmico no livro. Passar por suas partes mais importantes, com o desejo de instigar uma leitura mais aprofundada se for do seu interesse. E acho que vai ser do seu interesse. Vou te mostrar um pouco do que veremos nos próximos artigos.

Leia MaisAliança: liberdade ou prisão?Segundo o autor do livro, John Bergsma, a Bíblia é uma história sobre diferentes alianças. A própria palavra aliança é muito interessante e nós costumamos escutar na missa (nos comentários do post, me diga em que parte; vamos ver se você está atento). Mas a aliança que celebramos e renovamos na missa é a última de uma série que começa em Adão e Eva, que passa por Noé, Abraão, Moisés, Davi e os profetas. E o que Bergsma quer compartilhar é a “visão de conjunto” que ele mesmo gostaria de ter tido muitos anos antes, quando ele mesmo estava começando a ler a Bíblia.

Shutterstock
Shutterstock


E o que eu quero compartilhar contigo é exatamente essa leitura. Falamos de
aliança. Mas o que é uma aliança? A definição que daremos, seguindo o livro é a seguinte: O meio legal para incorporar alguém a sua família. Há muito o que meditar nessa frase. Mas não é exatamente isso que acontece no casamento? Acrescentamos alguém à nossa própria família. Alguém que não é de nosso sangue, mas que, a partir da aliança, fará parte do nosso círculo íntimo.

Mas por hoje está de bom tamanho. Voltaremos a falar em aliança mais adiante, e entraremos no próximo artigo já na primeira aliança.

:: Deixe nos comentários as suas dúvidas e sugestões! Adoraria interagir mais com vocês nessa série.

Escrito por
João Antonio Johas Leão (Arquivo pessoal)
João Antônio Johas Leão

Licenciado em filosofia, mestre em direito e pedagogo em formação. Pós-graduado em antropologia cristã e entusiasta de pensar em que significa ser cristão hoje.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.