Jovens de Maria

Entrevista: Como a Eucaristia mudou completamente a minha vida!

Escrito por Jovens de Maria

01 JUN 2021 - 16H15 (Atualizada em 02 JUN 2021 - 09H20)

Divulgação Testemunho, Bianca em oração, jovem em oração (Divulgação)

Os Jovens de Maria entrevistaram a Bianca Viana, de 28 anos, que é de Campos dos Goytacazes (RJ). Uma jovem que teve sua vida transformada pela ação da Eucaristia. Na semana em que celebramos a Solenidade de Corpus Christi, não poderíamos ficar sem divulgar. Vem conferir!

Leia MaisHomilia JM: Qual é a fórmula da Santíssima Trindade? JM: Conta pra gente como foi sua caminhada até assumir como Ministra da Eucaristia na sua comunidade.

Bianca: Quando mais nova, sempre quis estar dentro da igreja, fazer parte das coisas, mas era muito tímida. Isso me atrapalhou um pouco, pois queria ser acólita (coroinha) e desisti por causa da timidez.

Porém, anos depois, entrei para o grupo jovem MOJOC (Movimento Jovem Cristão) e ali começou toda a minha trajetória dentro da Igreja. Fui coordenadora durante 4 anos do grupo e foi uma experiência incrível, onde pude crescer na fé. O grupo foi de extrema importância na minha vida, pois fui aprendendo a lidar com meus medos e ser uma pessoa melhor.

No ano de 2017, aos 25 anos, fui convidada para ser Ministra da Eucaristia. Quando recebi o convite, fiquei feliz e também com medo, pois a responsabilidade é grande demais e e tinha certo medo de não dar conta, mas logo entrei em oração e pedi que Deus me desse uma resposta e que meu medo não fosse maior que meu chamado. Sendo assim, logo obtive uma resposta através de um amigo, que me enviou uma mensagem dizendo que meu medo não poderia ser maior que meu chamado. Jesus foi bem direto, né?

Divulgação
Divulgação

JM: "Distribuir Cristo aos outros" é missão-serviço de todo cristão. Como você entende isso?

Bianca: Todo cristão tem essa missão de levar Cristo ao próximo, nem que seja nas palavras, no aconselhamento, na escuta e também em nossas ações diárias. Para mim, é muito gratificante poder vivenciar essa missão.

Leia MaisO que fazer quando sentimos algum tipo de vazio ou escuridão interior?JM: Você já levou a Eucaristia para a casa de algum doente? Qual a sensação de caminhar pelas ruas levando Jesus?

Bianca: Sim, é uma responsabilidade grande, mas também é uma sensação maravilhosa, um misto de cuidado e proteção de saber que você está a caminho de levar Jesus, fazer o bem ao seu próximo em um momento que ele está precisando.

JM: Qual sentimento brota em você ao levar Cristo para pessoas que não podem ir à Igreja?

Bianca: É um momento único. Todas as vezes que chego à casa de alguém, a emoção toma conta da pessoa que vai receber Jesus e de mim também, claro. É sempre uma honra poder levar Jesus e deixar a vida dessa pessoa mais feliz ao recebê-lo!

Divulgação
Divulgação


JM: Como é sua relação com a Casa da Mãe Aparecida? Tem alguma história/testemunho que a marcou?

Tenho um testemunho com minha sobrinha Lavínia. Ela teve umas complicações ao nascer e teve que ficar internada durante seus primeiros meses, voltou para casa e depois teve que ser internada novamente. Os médicos já não tinham mais esperanças. Porém, como a última palavra é de Deus, nunca perdi minha esperança e sempre mantive minha fé que tudo ia terminar bem.

Reprodução/ A12
Reprodução/ A12


Fui visitá-la na UTI e ela estava cheia de aparelhos. Assim, que acabou o horário de visita, fui até a capela do hospital e lá tinha uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Pedi que Ela ficasse com minha sobrinha, que a amparasse, pois ela precisava de um colo de mãe, pois, tão novinha, já teve que ficar longe de sua mãe e de toda a sua família.

Assim que a Lavínia saísse, iriamos agradecer no Santuário de Aparecida. Lavínia hoje é nossa guerreira, está muito bem, graças à intercessão de Nossa Senhora Aparecida, a quem recorremos e Ela nos ajudou. A Lavínia já sabe que tem Papai e Mamãe do céu. Ainda não fomos ao Santuário de Aparecida por conta da pandemia, mas assim que tudo melhorar, estaremos lá para agradecer.

JM: O que poderia deixar de mensagem para a juventude?

Uma vida na Igreja não é uma vida perdida ou chata.  Desde quando decidi vive-la com Deus, eu nunca fui tão feliz. Sou completamente realizada servindo.

Venho convidá-lo a experimentar uma vida com Cristo. Tenho certeza que não irá se arrepender.

:: Curtiu esse testemunho? Aceita fazer parte dessa rede de evangelização?
Compartilhe com seus amigos!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Jovens de Maria

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.