Por Danielle Santos Em Notícias

A diferença entre a água do purificador, do filtro e do galão

 

No Brasil, mais de 20 mil pessoas morrem por ano por doenças causadas pela ingestão de água contaminada, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Você sabe escolher o mais seguro? Segundo Kátia Nakau, coordenadora de pesquisa Unilever o primeiro e mais importante passo é o selo do Inmetro. “Para recebê-lo, as empresas atendem a uma das três especificações: retenção de partículas, redução do cloro ou de bactérias. O selinho mostra qual (ou quais) dessas características o produto tem”.

Segundo a especialista, os filtros de plástico/inox possuem uma vela que filtra a água e impede a passagem de impurezas, porém, não reduz o índice de cloro nem de bactérias.

Já nos filtros de barro, minerais como o quartzo e a dolomita formam uma peneira que retira as impurezas da água. O importante é tomar cuidado na hora da limpeza, da vela. “Toda vez que ela ficar amarelada é necessário fazer a troca”.

A água mineral, distribuída em galões, dependendo de como a água for envasada, transportada ou até instalada no bebedouro, pode ser contaminada por agentes externos, alterando sua composição química. Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz, descobriu um alto índice de contaminação pela bactéria Pseudomonas aeruginosa em galões e garrafas de água vendidos no Brasil. Essa bactéria, vulgarmente conhecida como bactéria de nadador, causa infecções urinárias, sanguíneas e respiratórias e pode levar à morte, principalmente em pessoas com imunidade baixa. Atualmente, ela é a terceira maior responsável por infecções hospitalares no Brasil.

Além disso, o galão só pode ser utilizado durante 3 anos. Caso contrário, o recipiente pode acumular bactérias. O galão de água, se não for reciclado corretamente, pode gerar prejuízos também ao meio ambiente. A durabilidade do material, aliada a resistência à umidade e aos produtos químicos, faz com que ele tenha uma decomposição mais demorada de, no mínimo, cem anos.

Já os purificadores são aparelhos que conseguem matar bactérias. A água purificada elimina as bactérias, reduz a hipertensão, já que o processo elimina os sais e cloretos, acaba com as impurezas, odores e o gosto de cloro.

Fonte: Universo Jatobá

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Danielle Santos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.