Por Rádio Aparecida/A12 Em Notícias Atualizada em 13 MAR 2018 - 14H10

Ataques de gordofobia são recorrentes no cotidiano dos brasileiros

Dados mostram que metade da população está acima do peso

Estar acima do peso causa perturbações externas e o preconceito oriundo disso chama-se gordofobia. Dados de 2012 do Ministério da Saúde afirmaram que em 2006, 42,7% da população brasileira estava acima ou com sobrepeso. Em 2017 atingiu 53,8%.


O reflexo desses números vem em conjunto com a aversão das pessoas intolerantes à diversidade. “Há quem enxergue no gordo um não-enquadramento do padrão de beleza estabelecido pela sociedade”, explica a psicóloga Gilsi Rodrigues ao Conexão Total.  Além disso, 92% dos gordos já afirmaram ter sofrido ataques preconceituosos.

Leia MaisMédico apresenta novidades no tratamento de diabetes e obesidadeEndocrinologista fala do tratamento para obesidade e cuidados com a saúdeOMS aponta obesidade como um dos maiores problemas de saúde Editorial "Epidemia de obesidade"

A publicidade e a cultura de que o magro é saudável e o gordo não, implica ainda mais na dispersão desse pensamento errôneo.“É preciso compreender sempre aquilo que me faz bem, ser gordo às vezes não é relacionado a um problema de saúde. O problema maior é social, que está sempre impondo um modelo de beleza único", conta a psicóloga.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida/A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.