Por Andresa Custódio Em Notícias

Por quanto tempo posso guardar minha maquiagem?

 

Muitas mulheres não passam o mês sem comprar ao menos um batom. Quarenta e oito por cento do nosso público feminino compra maquiagem regularmente. Somos o terceiro mercado do mundo no consumo de maquiagem.

Assim como todo cosmético, ela também apresenta riscos à saúde se for utilizada fora do prazo de validade. De acordo com a farmacêutica e bioquímica, Anelise Helena Leite Leal, um produto que tem seu prazo de validade vencido há pouco tempo não vai estragar de uma hora para outra. "Mas daquele dia em diante, o produto perde toda sua garantia. O rímel e os cosméticos que têm proximidade com mucosas ou olhos são geralmente os mais perigosos.

Geralmente, a contaminação recente não altera cor ou odor da maquiagem, mas pode contaminar o usuário. Devemos lembrar que bactéria é microscópica, então, quando o produto já mudou de cor ou o odor está bem alterado, a contaminação é certa. Por isso, se o prazo de validade já venceu, não confie na cara de novo do produto. As maquiagens são iguais ou ainda piores que os cosméticos, pois a quantidade de corante é muito maior nesses produtos.

Se você descarta as embalagens e não sabe mais o prazo de validade, anote aí:

Rímel - 3 meses.

Base - 6 meses.

Corretivo - 8 meses.

Pó de rosto - 12 meses.

Sombras - 12 meses.

Gloss e batom - 12 meses.

Blush em creme - 12 meses. 

Lápis de olhos, sobrancelhas e lábios - 12 meses.

Blush em pó - 24 meses.

Pó bronzeador - 24 meses. 

Creme de olhos - 3 meses.

Cremes de rosto hidratantes, de limpeza e demaquilantes - 6 meses.

Tônicos de rosto - 12 meses.

Filtro solar - 12 meses.

Cosméticos naturais - duram muito menos tempo do que os cosméticos tradicionais.

 

Fonte: Mais Equilíbrio

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Andresa Custódio, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.