Por Polyana Gonzaga Em Assembleia Geral CNBB

Sobre o aborto, bispo reafirma que direito à vida permanece na sua totalidade

O último Meeting Point com jornalistas na 55ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebeu o bispo de Campos (RJ) e referencial da Pastoral Nacional da Saúde, Dom Roberto Ferreria Paz, na manhã desta quinta-feira, 04.

Dom Roberto Ferreria Paz concede entrevista durante 55ª Assembleia Geral da CNBB - Foto: Ivan Simas
Foto: Ivan Simas

Sobre a temática do aborto, Dom Roberto Ferreria Paz reforçou os principais pontos apresentados na última nota apresentada pela conferência sobre o assunto: ‘Pela vida contra o aborto’.

:: Leia a nota na íntegra: Pela vida, contra o aborto.

Dom Roberto Ferreria reafirmou a posição firme e clara da Igreja "em defesa da integralidade, inviolabilidade e dignidade da vida humana, desde a sua concepção até a morte natural”.

Segundo o bispo, sob qualquer condição o direito à vida permanece na sua totalidade. “O direito à vida é incondicional. Deve ser respeitado e defendido, em qualquer etapa ou condição em que se encontre a pessoa humana”.

De acordo com o bispo de Campos, com o mesmo ímpeto e compromisso ético-cristão, a CNBB repudia atitudes antidemocráticas que, atropelando o Congresso Nacional, exigem do Supremo Tribunal Federal (STF) uma função que não lhe cabe, que é legislar. 

“Não compete a nenhuma autoridade pública reconhecer seletivamente o direito à vida, assegurando-o a alguns e negando-o a outros”, afirmou Dom Roberto citando um trecho da nota oficial da Conferência de 11 de abril de 2017.

Questionando as falsas saídas e o pouco investimento do Estado no cuidado das gestantes e crianças, Dom Roberto finalizou reafirmando que a vida humana é preciosa.

“Espera-se do Estado maior investimento e atuação eficaz no cuidado das gestantes e das crianças. É preciso assegurar às mulheres pobres o direito de ter seus filhos. Ao invés de aborto seguro, o Sistema Público de Saúde deve garantir o direito ao parto seguro e à saúde das mães e de seus filhos”.

Reveja a entrevista na íntegra com Dom Roberto:

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Assembleia Geral CNBB

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.