Por Redação A12 Em Brasil Atualizada em 13 JAN 2020 - 12H37

4 fatos importantes sobre Zilda Arns, 10 anos após sua partida

Parece que foi ontem o terremoto no Haiti, mas o abalo sísmico que chegou atingir 7 pontos de magnitude, completa, neste 12 de janeiro, 10 anos. A catástrofe atingiu o país de muitas formas, gerando uma crise econômica e social e uma migração em massa da população, inclusive para o Brasil.

Também foi neste dia que o Brasil perdeu no mesmo acidente a médica pediatra e sanitarista, Zilda Arns, que fundou a Pastoral da Criança no Brasil e depois importou para o mundo o seu modelo simples e eficaz de salvar vidas.

Relembre na listagem abaixo, quatro fatos marcantes da vida de Zilda, uma mulher que o Brasil e o mundo jamais podem esquecer.

1. Uma família grande e conhecida

Drª Zilda era a 13º filha, de 16, de um casal de origem alemã; era catarinense, de Forquilha, Irmã de Dom Paulo Evaristo Arns, prima de Dom Leonardo Steiner, mãe do Dr. Nelsom Arns, tia de Flávio Arns, atualmente Senador da República. Eles aparecem respectivamente na galeria de fotos a seguir:

2. Criou a Pastoral da Criança

Pastoral da Criança
Pastoral da Criança

Em 1983, a pedido da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), criou a Pastoral da Criança juntamente com o então presidente da CNBB, Dom Geraldo Majella Agnelo, hoje Arcebispo Emérito de Salvador (BA), que, à época, era Arcebispo de Londrina (PR). No mesmo ano, deu início à experiência a partir de um projeto-piloto em Florestópolis (PR). De lá para cá, a Pastoral já ajudou quase 3 milhões de crianças menores de seis anos e mais de 2 milhões de famílias pobres em 4060 municípios brasileiros. Neste período, quase 300 mil voluntários levaram solidariedade e conhecimento sobre saúde, nutrição, educação e cidadania para as comunidades mais pobres do país.

3. Zilda também Fundou a Pastoral da Pessoa Idosa

Shutterstock
Shutterstock

Em 2004 recebeu da CNBB outra missão semelhante: fundar e coordenar a Pastoral da Pessoa Idosa. Atualmente mais de 100 mil idosos são acompanhados mensalmente por 12 mil voluntários de 579 municípios de 141 dioceses em 25 estados brasileiros.

4. Como foi a Morte da Drª Zilda?

Pastoral da Criança
Pastoral da Criança

Dona Zilda Arns encontrava-se em Porto Príncipe, capital do Haiti, em missão humanitária, para introduzir a Pastoral da Criança no país. No dia 12 de janeiro de 2010, pouco depois de proferir uma palestra para cerca de 15 religiosos de Cuba, o país foi atingido por um violento terremoto. A Dra. Zilda foi uma das vítimas da catástrofe. 

4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.