Brasil

A vida religiosa não é um peso para nós, dizem irmãs que viralizaram no TikTok

Escrito por Eduardo Gois

03 MAR 2021 - 11H43 (Atualizada em 03 MAR 2021 - 13H30)

Reprodução irmastiktok (Reprodução)

Viralizou em todo o país, com mais de 2 milhões e 700 mil acessos, um vídeo em que religiosas da Congregação Dominicanas de Santa Catarina de Sena brincam de modo muito bem humorado com situações do cotidiano. Como, por exemplo, se antes do convento eram “baladeiras” ou “recatadas”, se torcem para o Palmeiras ou Corinthians ou se preferem a versão do hábito que vestem como “bata” ou “vestido”.

Para saber mais detalhes sobre a novidade, o A12 conversou com a Irmã Íris de Cássia e a Irmã Maria Francília da Conceição Costa. Elas destacaram que o vídeo foi postado sem nenhuma grande expectativa no que se refere a repercussão, apenas para mostrar como funciona o Tik Tok para outras irmãs que têm menos familiaridade com a rede, e que ficaram muito felizes e assustadas na medida em que o vídeo foi crescendo em número de acessos.

Leia MaisNão caia em contas "fake" no InstagramIrmã Íris, que atualmente já tem quase 40 mil seguidores no Tik Tok, se surpreendeu com a grande quantidade de comentários positivos: “Vi que 99% dos comentários eram positivos, muitos jovens diziam: ‘Mudança de Hábito moderna’”, conta fazendo referência ao filme de grande sucesso de Hollywood nos anos 1980 e 1990.

Outro fato interessante destacado pelas duas religiosas foi o diálogo e aproximação com pessoas de outras religiões, que viam o vídeo e comentavam de modo fraterno. “Sou evangélica, mas a alegria de vocês é linda!”, diz um dos comentários. “As pessoas acabam tendo uma visão quando nos vêm de hábito de que somos muito sérias, bravas, de que não nos divertimos, não damos risada. Pelo contrário, a gente é como todo mundo e temos momentos de diversão, de descontração, de sair para tomar um sorvete. Aqui pessoas conseguiram entender a nossa intenção”, pontua Irmã Íris.

Transmitir alegria com o simples

Um vídeo simples, mas que convida as pessoas a entrarem na alegria misteriosa da vida religiosa. Esta alegria também está presente no carisma da congregação que tem fundação portuguesa, mas está em quatro continentes e no Brasil há mais de 150 anos, principalmente atuando no serviço a educação e a saúde. “A nossa missão aqui no Brasil trabalha com hospitais, orfanatos, colégios, muito presente no meio da Juventude. Como ‘dominicanas’, a missão é ainda mais forte: sempre fazer o bem sempre onde for possível”, explica Irmã Francília.

Elas também ressaltam que a ousadia da fundadora da congregação, Teresa de Saldanha, é fator de identificação que ajuda na evangelização em tempos que pedem atitudes mais ousadas. “Tudo pode ser usado para o bem ou para o mal, porque não usar esse meio que é a rede social do TikTok que é uma coisa muito criativa e espontânea, para levar um pouco da nossa vida religiosa, mostrando que a nossa vida não é um peso para nós e que estamos aqui porque nós escolhemos”.

As Irmãs destacam que têm trabalhado bastante com a evangelização on-line devido à pandemia e que o fato ajuda para que a congregação ser torne mais conhecida e mais pessoas se sintam chamadas a vocação religiosa.

.:: Veja abaixo o vídeo e a entrevista na íntegra


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Eduardo Gois, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.