Por Pe. Luiz Camilo Júnior, C.Ss.R. Em Dúvidas Religiosas Atualizada em 26 MAR 2019 - 11H36

Saiba a diferença entre ser cristão e ser católico

cristianismo_shutterstock

Foto: Shutterstock

Em Atos dos Apóstolos 11, 26, vemos que foi na cidade de Antioquia que os discípulos de Jesus foram, pela primeira vez, chamados de cristãos. Então percebemos que ser cristão não é um título, mas sim uma forma de viver, uma conduta pautada na pessoa de Jesus Cristo.


Então, o que realmente é ser cristão?

Ser cristão não é apenas dizer que acredita em Jesus, ou que acha interessante o que Ele fez e falou. A fé em Jesus deve levar a um testemunho dele, numa comunidade que também acredita nele, como disse Jesus: “onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, Eu estarei no meio deles” (Mt 18, 20). Sendo assim, ser cristão é seguir Jesus e identificar-se com Ele. Ser cristão é estar comprometido com a Verdade que é Cristo. A fé em Jesus deve gerar comprometimento com a causa do Reino de Deus. Ser cristão é querer ser continuador de sua missão e do seu jeito de amar no mundo. A pessoa se torna cristã no dia do seu batismo, quando passa a deixar o Espirito Santo de Deus conduzir sua vida.


Todo católico é cristão, mas nem todo cristão é católico

Isto porque alguns seguidores de Jesus não pertencem à Igreja Católica. Muitos seguidores de Jesus se identificam como cristãos, mas não como católicos, como é o caso dos protestantes e ortodoxos.

O cristão católico aceita a plenitude da fé revelada por Cristo e contida na Sagrada Escritura, no Magistério da Igreja e na Tradição. O Católico participa dos Sacramentos e reconhece a autoridade do Papa (sucessor de Pedro) e dos Bispos (sucessores dos apóstolos).

A Igreja constituída pelos cristãos católicos é Una, Santa, Católica e Apostólica. Essas quatro características são tomadas da Profissão de Fé dos concílios de Nicéia e Constantinopla, e mostram os 4 aspectos fundamentais da Igreja Católica: sua unidade, sua santidade, sua universalidade e sua base apostólica (com base nos discípulos que viram e tocaram Cristo).

A Igreja se chama Católica porque acolhe, em seu interior, todos os seguidores de Cristo, de todos os tempos e lugares. “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a todos os povos” (Mc 16,15).

Então, muito mais do que falar de diferenças, devemos olhar nossa semelhança, que está na fé em Jesus Cristo e no desejo de continuar levando seu Evangelho a todas as pessoas.

Que Cristãos e Católicos, em todos os tempos e lugares, possam realmente dar testemunho de pertença a Cristo e de sinceridade em fazer a vontade do Pai, vivendo sempre o mandamento do amor e do respeito ao próximo, pois Jesus disse que nossa maior identidade de discípulos está na vivência do amor: “Nisto reconhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros” (Jo 13,35).

.:: Veja mais dúvidas religiosas - São Jorge é um santo católico?

.:: Uma pessoa com Síndrome de Down pode receber o sacramento do matrimônio?

.:: Qual o significado do anel de tucum usado por muitos religiosos?

Escrito por
camilo_junior
Pe. Luiz Camilo Júnior, C.Ss.R.

É Missionário Redentorista
Escreve sobre liturgia e espiritualidade no A12.
Autor da Novena da Imaculada Conceição.

13 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Luiz Camilo Junior, C.Ss.R., em Dúvidas Religiosas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.