Por Redação A12 Em Espiritualidade Atualizada em 21 FEV 2020 - 09H46

Brincar Carnaval é pecado?

Shahjehan/ Shutterstock
Shahjehan/ Shutterstock


Uma das maiores festas populares do país está se aproximando: o Carnaval. Algumas postagens nas redes sociais parecem indicar que um cristão fiel não brinca Carnaval. Durante o período carnavalesco, quem é de Jesus faz retiro ou fica em casa.

Leia Mais7 sugestões de músicas para retiros de CarnavalCarnaval e Igreja: isso dá samba?O Carnaval e o povo de IsraelQuem faz opção de ir para a folia, parece não ter outra opção senão pecar. Não seria esta forma de ver um pouco exagerada? Necessariamente, quem brinca Carnaval tem que pecar?

O pecado está na brincadeira em si ou no modo como se brinca? Por que, então, se faz necessário criar um “Carnaval de Jesus”? Qual a infidelidade a Deus que alguém comete ao se divertir sem excessos, dançando marchinhas de Carnaval, por exemplo?

Jesus já alertou para o risco que correm aquelas pessoas que se julgam melhores do que as outras, porque cumprem rituais religiosos (Lc 18,9-14). E aos fariseus autossuficientes, Jesus lembrou que as prostitutas e os cobradores de impostos iriam precedê-los no Reino dos Céus (Mt 21, 28-32).

Por isso mesmo, muito cuidado ao julgar quem vai brincar, pois Jesus já falou: “Não julguem para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês.” (Mt 7, 1-2). Não creio que alguém que brinca Carnaval saudavelmente - e isso é plenamente possível - cometa pecado. 


Moesio Pereira
Missionário Redentorista

4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.