Por Dante Aragón Em Espiritualidade Atualizada em 26 FEV 2020 - 11H41

Quem foi Santa Escolástica?




O que você faria com um seu irmão se, sabendo que você tem poucos dias de vida, ele viesse visitá-lo?
Santa Escolástica nos deixa uma linda lição.

Leia MaisDom Orlando Brandes: São Bento ensina a rezar e trabalharSão Bento: adentre na devoção do patriarca dos mongesSão Bento e a história do salvamento de São Plácido Santa Escolástica nasceu por volta do ano 480, no município italiano de Núrsia, no seio de uma família nobre. Esta santa virgem foi irmã gêmea de São Bento. Não se sabe muito sobre a vida de Santa Escolástica, mas há alguma coisa nos escritos (Diálogos) de São Gregório Magno.

Quando São Bento passou da vida anacoreta para a vida cenobítica (vida monástica em comum), fundando um mosteiro em Montecassino, Santa Escolástica foi morar perto do Mosteiro do irmão, em Plombariola, fundando e governando um mosteiro feminino com a mesma regra do irmão. Ela costumava rezar e compartilhar a vida espiritual com seu irmão, encontrando-o uma vez por ano.

Descreve, São Gregório, um detalhe sobre sua última visita ao seu irmão: Santa Escolástica, pressentindo que não voltaria a ver mais seu irmão, pediu-lhe que ficasse com ela para ter diálogos espirituais, nessa noite. São Bento lhe disse, que não podia, por ter que cumprir a Regra que ele próprio escrevera (o que, no caso, significava que ele não deveria se ausentar por mais tempo do próprio mosteiro); então, a santa chorou e rezou, e começou uma tempestade tão violenta que obrigou São Bento a ficar e passar a noite com a irmã, tendo colóquios espirituais. Três dias depois, a santa morreu e seu irmão, que estava envolvido em oração, teve a visão da alma de sua irmã ascendendo ao céu em forma de pomba.

Santa Escolástica é reconhecida como a fundadora do ramo beneditino para mulheres no monaquismo. Sua festa é celebrada em 10 de fevereiro.

Que, a exemplo de Santa Escolástica, sejamos sempre perseverantes na nossa vida de oração e também busquemos pessoas prudentes e confiáveis para ter colóquios espirituais ao longo da nossa vida.

Escrito por
Dante Aragón (Arquivo Pessoal)
Dante Aragón

Dante Aragón, nasceu no Perú, é administrador, mestre em psicologia, especialista em antropologia cristã e participa do Movimento de Vida Cristã em Petrópolis (RJ), desde 2003

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.