Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida

A água partilhada sacia a todos

Certa vez, na antiguidade, um rei teve de cruzar uma longa região deserta e árida, o que durou vários dias. Ia com ele um destacamento de 20 soldados. Poucos dias depois, acabou o suprimento de água e todos começaram a sofrer terrivelmente a sede. Os lábios rachavam-se e as gargantas ardiam por falta de água. Alguns já estavam quase desfale-cendo e caindo no chão.

Eis que, por volta das 15 horas, encontraram-se com um grupo de viajantes que vinham montados em mulas e carregavam alguns recipientes com água. Um deles, vendo o rei quase sufocar de sede, encheu um copo grande com água e lhe deu.

O rei pegou o copo, tomou só um pouquinho, apenas para molhar a boca seca e passou o copo cheio para os soldados. Estes foram fazendo o mesmo. Dez soldados puderam molhar a boca.

Vendo o gesto bonito, os viajantes encheram novamente o copo e deram para os outros dez soltados. Todos ficaram satisfeitos e recuperaram as forças para a caminhada. Logo na frente, encontraram um oásis com água fresca e à vontade.

“Jesus pegou os cinco pães, deu graças e começou a repartir para a multidão de cinco mil homens. Todos comeram e ficaram saciados” (Jo 6,11).

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.