Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida

A visita de Jesus a um jovem

Havia, certa vez, um rapaz que andava cheio de problemas e sempre, em suas orações, pedia a Jesus que viesse visitá-lo. 

Um dia, Jesus bateu à sua porta. Ele, maravilhado, convidou-o a entrar. O visitante sentou-se no sofá da sala. Na mesinha, havia uma Bíblia aberta, e nas paredes quadros de santos e um crucifixo. 

Ele disse: “Jesus, muito obrigado por vir à minha casa. É uma honra para mim. Como o Senhor sabe, estou passando por umas dificuldades e preciso da sua ajuda...” 

Jesus o interrompeu dizendo: “Filho, antes de conversarmos, eu gostaria de conhecer a sua casa”. 

O jovem o levou para dentro da casa. Ao passar em frente ao seu quarto, Jesus ia entrar, mas ele o interrompeu dizendo: “Desculpe, Jesus, meu quarto não está arrumado”. Na verdade, o seu quarto estava cheio de fotos de mulheres nuas, e sobre a mesa havia uma revista pornográfica. E continuaram. 

À cozinha também ele não levou Jesus, dizendo que não tinha nada para lhe oferecer. Mas o motivo é porque havia na cozinha coisas das quais Jesus não ia gostar. 

Voltaram para a sala, e o moço continuou: “Como eu estava dizendo...” Neste instante, um barulho forte interrompeu a conversa. Eram batidas na porta da cozinha. Assustado, o jovem foi ver. 

Ao abrir a porta, deu-se de frente com o diabo. “Sai da frente que eu quero entrar!” gritou o tentador. “De jeito nenhum”, respondeu o rapaz. E começou a briga. Com muita dificuldade, conseguiu empurrar o diabo e fechar a porta. 

Cansado, o moço voltou para a sala e continuou a conversa: “Desculpe, Jesus! O que eu quero lhe dizer é que estou precisando da sua ajuda...” 

Outro barulho forte o interrompeu, vindo da janela do seu quarto. O rapaz correu para ver quem era e, ao abri-la, deparou-se novamente com o diabo. “Agora eu vou entrar”, disse o inimigo. Houve nova luta e o jovem conseguiu fechar a janela. 

Ao voltar, contrariado, disse a Jesus: “Eu não entendo. O Senhor está na minha casa e por que o diabo fica insistindo em entrar?” “Sabe por quê, meu filho?” explicou Jesus. “É que na sua casa você só me deu a sala”. 

O moço, humilhado, entendeu a lição e imediatamente fez uma faxina na casa, para entregá-la toda a Jesus. 

Neste instante, o diabo bateu novamente à porta. Jesus disse: “Deixe que eu atendo”. Quando o diabo viu Jesus, saiu correndo para trás, ficando apenas o cheiro de enxofre. 

Muitas vezes, é assim que acontece com o nosso coração. Entregamos a Jesus só uma parte, ficando a outra para o pecado. Claro que temos de lutar constantemente, e nem sempre vencemos, porque a tentação volta. Volta porque nós mesmos a convidamos através dos objetos “sujos” que carregamos, seja na casa, seja na nossa cabeça. 

A exemplo de Zaqueu, vamos convidar Jesus para entrar na nossa casa (Cf Lc 19,1-10), mas que ele se sinta bem em todos os cômodos. 

Maria Santíssima é chamada, na Ladainha, de Casa de Ouro. Nós não conseguiremos chegar a tanto, mas que sejamos pelo menos uma casa de prata, bem purificada, para que Jesus posas visitar e sentir-se bem.

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, C.Ss.R., em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.