Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida Atualizada em 17 OUT 2019 - 14H00

Santo Inácio de Antioquia: "Sou trigo de Deus"

Santo Inácio de Antioquia nasceu por volta do ano 30. Portanto, antes de Jesus morrer. Ele foi o segundo bispo de Antioquia, depois de São Pedro.

Nós sabemos que Pedro, depois da Ascensão de Jesus, ficou alguns anos coordenando a comunidade de Jerusalém, depois foi bispo de Antioquia durante sete anos. Em seguida, foi para Roma, onde morreu mártir. Como bispo de Antioquia, Dom Inácio era muito estimado pelo povo, especialmente devido à sua santidade. Chamavam-no de Teóforo, palavra grega que significa 'Portador de Deus'.

A cidade de Antioquia fazia parte do Império Romano, cujo imperador era Trajano, cruel perseguidor dos cristãos. Como Inácio era um influente chefe do Cristianismo, foi logo condenado à morte.

Trajano ordenou aos juízes de todo o Império que não executassem os cristãos no próprio local, mas os enviassem a Roma, a fim de serem devorados pelas feras no Coliseu, divertindo a plateia. Dom Inácio foi, então, conduzido para Roma. Ele viajou com as mãos acorrentadas, uma parte de navio e outra a pé.

Diocese de Amparo
Diocese de Amparo


Durante o longo percurso,
o bispo aproveitou para escrever cartas às comunidades cristãs por onde passava. É nessas cartas que aparece, pela primeira vez, a expressão “Igreja Católica”Nessas cartas, Inácio expressa a sua alegria por ser digno do martírio, e exorta os cristãos à firmeza na fé.

Uma delas foi enviada à comunidade de Roma. Como ele sabia que esta comunidade tinha pessoas influentes até na corte imperial, pediu insistentemente que não intercedessem em favor dele, a fim de privá-lo do martírio. Veja um trechinho da carta:

“Eu suplico a vocês: Não mostrem comigo uma caridade inoportuna. Permitam-me ser pasto das feras, pelas quais me será possível alcançar a Deus. Antes, excitem os leões, para que se convertam em meu sepulcro. Assim serei um verdadeiro discípulo de Cristo. Sou trigo de Deus. Quero ser triturado e moído pelos dentes das feras, a fim de me converter em pão puro de Cristo”.

O seu pedido foi atendido e, no mesmo dia em que chegou a Roma, foi, à noite, levado para o Coliseu e devorado pelos leões.

Maria Santíssima é a mulher forte que se tornou trigo de Deus, para o nosso bem. Que ela e Santo Inácio de Antioquia nos ajudem a ser também trigo de Deus, para que nossos povos tenham mais vida.

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, C.Ss.R., em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.