Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida

Tática para não xingar

Havia um senhor que tinha o costume de xingar, falando até palavrões. Sabia que Deus não gostava, mas... como parar?

Um dia, um amigo deu-lhe uma sugestão: Depois de cada xingo, ponha uma pedrinha no bolso. Assim você saberá, ao menos, quantas vezes xingou nesse dia. Também saberá se está melhorando ou piorando, ao confrontar com os dias anteriores.

Ótima ideia, respondeu ele. No dia seguinte, ao voltar do trabalho na roça, o bolso estava cheio de pedrinhas. Ao lavar sua roupa, a esposa reclamou, porque o bolso estava muito sujo. O marido não quis explicar o motivo, apenas ouviu com paciência.

Dias depois, a mulher percebeu que a sujeira estava diminuindo. Percebeu também, com alegria, que o esposo já não falava muitos palavrões, nem xingos. Então ele lhe explicou a tática.

“De vossa boca não saia nenhuma palavra maliciosa, mas somente palavras boas, capazes de edificar e de fazer bem aos ouvintes. Não entristeçais o Espírito Santo, com o qual fostes marcados!” (Ef 4,29-30).

Todo católico experimenta diariamente a presença amorosa da Mãe do Céu.

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, C.Ss.R., em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.