Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida

Zilda Arns, a médica missionária

Zilda Arns foi a fundadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa. Ela é catarinense, irmã do Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de S. Paulo, capital. Zilda morreu com 75 anos de idade, vítima do terremoto no Haiti, no dia 12/01/2010.

 Formada em medicina, com especialização em educação física e pediatria, Zilda dedicou sua vida ao cuidado das crianças pobres, da mortalidade infantil e da desnutrição. Ela coordenava 155 mil voluntários, presentes em 32 mil Comunidades, situadas em bolsões de pobreza, em 3.500 cidades brasileiras.

 A Pastoral da Pessoa Idosa conta com 100 mil idosos, que são acompanhados mensalmente por 12 mil voluntários, em 579 Municípios brasileiros.

 Zilda encontrava-se em Porto Príncipe, com a finalidade de introduzir no Haiti a Pastoral da Criança. Ela tinha terminado uma palestra e respondia perguntas, em uma igreja, quando o terremoto começou. Suas últimas palavras foram: “Cuidar de uma criança pobre é um bem sagrado”.

Dia 10/01/2015, foi aberto o processo de beatificação de Zilda Arns. O fato aconteceu na Arena da Baixada, em Curitiba. Desde a Copa do mundo, o estádio não esteve tão lotado.

 Zilda Arns foi uma cristã que brilhou como luz para todos nós.

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, C.Ss.R., em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.