Por Marília Ribeiro Em Igreja

A ação da arquidiocese do Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos

jogos olímpicos e paralímpicos

Nesse ano a cidade do Rio de Janeiro recebe o maior evento do esporte mundial, os jogos olímpicos, que vai acontecer de 5 a 21 de agosto, e os paralímpicos, de 7 a 18 de setembro.

O evento vai reunir mais de 150 países e quase 15 mil atletas, transformando a cidade maravilhosa em um celeiro da diversidade cultural e social. É nesse ambiente que a arquidiocese do Rio de Janeiro, por meio da Pastoral do Esporte também pretende realizar diversas atividades integradoras, de cunho educativo, social e cultural.

Padre Leandro Lenin, Capelão Esportivo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, explica que o atleta, como disseminador da inclusão tem um papel muito importante, pois são focos de atenção, respeito e admiração.

O Capelão Esportivo descreve as ações que arquidiocese do Rio prepara no campo do esporte, como instrumento para o desenvolvimento humano e promoção da paz.

Os jogos olímpicos são uma oportunidade para suscitar a aceitação das diferenças e a diminuição das desigualdades, tornando se espelho e propagador dessas ações.

A pedido do Comitê Olímpico, as cinco grandes expressões religiosas terão tendas montadas na vila dos atletas, no período dos jogos, serão elas: o cristianismo, o islamismo, judaísmo, budismo e o hinduísmo. “Será um ambiente de acolhida e encontro com Deus, com o sagrado” expressa padre Lenin.

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.