Por Redação A12 Em Igreja Atualizada em 20 FEV 2018 - 08H25

Brasil e segurança pública: reflexões e caminhos

Shutterstock.
Shutterstock.

Com a Campanha da Fraternidade 2018, a Igreja traz o tema da violência para ampliar as discussões sobre essa realidade e motivar, especialmente os católicos, a buscar na paz e não no conflito a superação dessa chaga social.

Alguns dos problemas relacionados à violência exigem um olhar mais atento e não têm soluções simples. O aumento das taxas de criminalidade, da sensação de insegurança, a degradação do espaço público, as dificuldades relacionadas à reforma das instituições da administração da justiça criminal, a violência policial, a ineficiência preventiva das instituições, a superpopulação nos presídios, rebeliões, fugas, degradação das condições de internação de jovens em conflito com a lei, corrupção, aumento dos custos operacionais do sistema, problemas relacionados à eficiência da investigação criminal e das perícias policiais e morosidade judicial, mostram a realidade da grave crise de segurança pública que o país enfrenta.

Entre os maiores desafios no campo da segurança pública, destacado pelos bispos no documento da campanha no que se refere à cidadania, está em garantir que as políticas públicas favoreçam o aumento da solidariedade entre as pessoas, ao invés de enclausurá-las, criando-se empecilhos ou mesmo impedindo relações interpessoais humanizadas.

Quanto mais medo e insegurança, menos mobilização por parte das pessoas. O medo estimulado pela violência e também pela impunidade dificultam a mobilização social e a articulação das pessoas na defesa de seus direitos.

Da mesma forma, não se resolve a questão da segurança sem ações claras e determinadas no campo da educação, da saúde, do esporte, da assistência social e da cultura, que promovam a conquista da autonomia e da cidadania, especialmente nos grupos sociais mais vulneráveis, como pobres, negros e jovens.

As práticas em segurança pública devem reafirmar os direitos humanos e os princípios e garantias institucionais, e devem indicar um caminho possível com a participação dos cidadãos em suas localidades.

Leia MaisPapa indica "caminho do amor" em mensagem especial para brasileiros na CF 201865 ações e atitudes da Campanha da Fraternidade 2018Campanha da Fraternidade convida à lógica do amor para superar a violência Arcebispo de Campinas fala sobre Campanha da Fraternidade 2018Ao longo dessa Quaresma, a Igreja no Brasil quer motivar todos os seus membros e comunidades para tornar mais humanizadas as relações e mostrar que todos são responsáveis para superar a violência e para tornar possível uma maior atuação dos cidadãos na efetivação de políticas públicas que visem a dignidade da pessoa, e a construção de um novo modelo de segurança pública e justiça na perspectiva de uma sociedade mais justa, solidária e segura.

Política e Segurança Pública

Segundo o professor da PUC Minas, Robson Sávio Reis Souza, doutor em Ciências Sociais e especialista em Segurança Pública, que foi um dos colaboradores na redação do texto base da Campanha da Fraternidade 2018, o enfrentamento da violência depende das decisões políticas.

Nesse âmbito, o especialista esclarece que muitos parlamentares estão comprometidos com propostas geradoras de violência, como o uso de armas de fogo pela população civil, e tramitam propostas de alteração no Estatuto do Desarmamento, mesmo este tendo sido um passo importante na redução do número de mortes por armas de fogo no país. 

Em tempos que a paz está ameaçada, é preciso observar criticamente a realidade com olhar de quem acredita na superação por meio da fraternidade. Por isso, o lema deste ano da Campanha da Fraternidade seja tão enfático ao dizer: 'Vós sois todos irmãos'. 

Uma proposta de reflexão e tomada de consciência da importância da fraternidade unida à participação dos cidadãos, está sendo encabeçada neste mês pelo Santuário Nacional de Aparecida dentro do projeto Brasil Ético. O arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, reforça o valor da segurança para uma vida fraterna. Confira a mensagem no vídeo: 


Acesse conteúdos da Campanha da Fraternidade 2018 em nossa página especial: A12.com/CampanhadaFraternidade


Fonte: Texto-Base da CF-2018.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.