Igreja

Campanha chama atenção para drama do migrante e refugiado

O assunto é muito relevante. Atualmente, existem 82,4 milhões de refugiados no mundo

Escrito por Redação A12

16 SET 2021 - 14H27 (Atualizada em 16 SET 2021 - 15H19)

Shutterstock migrante (Shutterstock)

A questão do migrante e do refugiado tem sido preocupação de muitas nações, seja porque estão vivenciando este drama bem próximo de suas fronteiras ou porque precisam acolher e também possibilitar respostas para essa situação que atinge milhões de pessoas no mundo. 

O assunto é muito relevante. Atualmente, segundo relatório anual do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), de junho de 2020, subiu para 82,4 milhões o número de refugiados. Esse aumento é dado em parte, pela pandemia, mas também pelas crises na Etiópia, Sudão, Síria, Moçambique, Iêmen, Afeganistão e Colômbia, que provocaram um deslocamento interno de mais de 2,3 milhões de pessoas.

Leia MaisSaiba a diferença entre migrante, imigrante e refugiado e as datas dedicadas a elesO deslocamento de pessoas no mundo se deve principalmente à guerra. É um desafio especialmente para os líderes mundiais, que precisam encontrar respostas para esta situação. Segundo a ACNUR, os conflitos e desentendimentos entre os líderes pode aumentar ainda mais esse número e tornar mais complexa essa situação no próximo ano. 

A Campanha 

A campanha lançada hoje (16), encabeçada pelas Irmãs Missionárias Scalabrinianas, está em sintonia com a celebração do Dia Mundial do Migrante e Refugiado, que a Igreja católica vai celebrar no próximo dia 23 de setembro.

Na edição de 2021, a iniciativa quer refletir a partir do tema "Eu não; nós", a necessidade urgente da acolhida, do respeito às diferenças e do cuidado do planeta.

A discussão em torno do meio ambiente entre as diversas realidades que permeiam a vida das pessoas em situação de migração e refúgio, encontra razão no aumento do fluxo mundial de refugiados ambientais. 

Os refugiados ambientais são pessoas forçadas a deixar o lugar em que vivem, de maneira temporária ou permanente, em virtude de eventos climáticos e ambientais, de origem natural ou humana, que colocam em perigo a sua existência ou afetam seriamente a sua condição de vida.

A Campanha para o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado 2021, conta com uma programação intensa, rica de conteúdos formativos e informativos, como também, entretenimento.

Entre os temas que estarão ao longo da semana, nas diversas atividades organizadas, estão o fenômeno migratório como educação, infância, refugiados LGBTQIAP+, Ensino Social da Igreja, Bíblia e Migrações, nômades, entre outros. 

Acompanhe a semana por meio de transmissões ao vivo pelo YouTube (Campanha Eu não; nós” Oficial) e no Facebook e Instagram.

Reprodução
Reprodução
Cartaz da campanha



Dia do Migrante e Refugiado 

Desde 1914, a Igreja dedica o último domingo de setembro ao migrante e ao refugiado, como uma ocasião para exprimir preocupação pela diversidade de pessoas vulneráveis que se deslocam; para rezar e orar por elas, dado que enfrentam muitos desafios; e para aumentar a sensibilização acerca das oportunidades proporcionadas pelas migrações.

Acesse o material da Campanha: missionariascalabrinianasp.org.br. 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.