Por Redação A12 Em Igreja Atualizada em 03 SET 2018 - 09H38

Cardeal Cláudio Hummes completa 60 anos de ordenação presbiteral


Taiana Moura
Taiana Moura
Dom Cláudio Hummes

O Cardeal Cláudio Hummes, OFM, Arcebispo emérito de São Paulo, completou 60 anos de ordenação presbiteral. Ele foi ordenado padre em Divinópolis (MG), em 03 de agosto de 1958, pertencendo à Ordem Franciscana dos Frades Menores.

:: Dom Damasceno fala de parceria com Dom Cláudio Hummes em livro

A ordenação episcopal de Dom Cláudio Hummes aconteceu em Porto Alegre (RS), em 1975. Foi nomeado Cardeal Presbítero do Título de Santo Antônio de Pádua na Via Merulana, em 2001, pelo Papa João Paulo II.

Neste domingo (26), Dom Cláudio presidiu uma missa em ação de graças pelo seu jubileu no Santuário Nacional de Aparecida, às 12h.

“Deus conduz a gente pela vida afora. Se você é atento ao chamado, se você acolhe o que vem a você, no dia em que você acolhe, Ele te leva e você sente que, de fato, está no caminho certo. Hoje eu me sinto muito feliz, agradecido a Deus e olho para trás com olhar de agradecimento", diz Dom Cláudio Hummes.

E ainda aconselha os jovens que desejam seguir a vida religiosa: "Que tenham muita confiança em Deus e que não tenham medo do futuro. Dê esse voto de confiança a Deus, que Ele vai conduzir você até o fim e Ele não falhará. Nós falhamos, mas Ele não falhará. Ter essa certeza em Deus é muito importante", finaliza.

Trajetória

Filho de Pedro Adão Hummes e Maria Frank Hummes, Dom Cláudio Hummes nasceu em 8 de agosto de 1934, na cidade de Montenegro (RS), sendo o terceiro de uma família de 13 irmãos. Foi batizado com o nome Auri Afonso Hummes.

Dom Cláudio Hummes foi educado em colégios administrados por religiosos. Aos 17 anos, decidiu tornar-se padre. Foi ordenado sacerdote em 3 de agosto de 1958, em Divinópolis (MG), pertencendo à Ordem Franciscana dos Frades Menores. É formado em Filosofia e Ecumenismo, com cursos feitos no Vaticano e na Suíça. De 1975 a 1996, foi bispo da Diocese de Santo André, no ABC paulista. Em 1996, tornou-se arcebispo de Fortaleza, cidade na qual permaneceu por pouco mais de um ano. Em 1998, foi escolhido para suceder Dom Paulo Evaristo Arns em São Paulo, assumindo como o 6º arcebispo metropolitano de São Paulo. Foi criado cardeal em fevereiro de 2001, por João Paulo II.

Dom Cláudio esteve à frente da Arquidiocese de São Paulo até 30 de outubro de 2006, quando o Papa Bento XVI o nomeou Prefeito da Congregação para o Clero, no Vaticano. Em 7 de outubro de 2010, o Papa Bento XVI aceitou seu pedido de renúncia por limite de idade. Atualmente, Dom Cláudio é o presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Em seu episcopado, Dom Cláudio desempenhou diversas funções. Foi membro da Comissão Episcopal de Pastoral (CEP) da CNBB nos períodos de 1976-1978 e 1979-1982, e responsável pelos Setores Família e Cultura, de 1995 a 1998. Foi Assistente Nacional da Pastoral Operária de 1979 a 1990. Nesse período do regime militar, assumiu corajoso apoio ao movimento grevista dos metalúrgicos e abriu as portas das igrejas para as organizações sindicais, impedidas pelo governo de reunirem-se legalmente. Foi eleito, pelos bispos da CNBB, delegado para o Sínodo dos Bispos sobre a Família, em 1980, para a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a América, em 1997, e para Sínodo dos Bispos de 2001.

O Cardeal Hummes participou de dois Conclaves, que elegeram os papas Bento XVI (2005) e Francisco (2013). Ao completar 80 anos, em agosto de 2014, ele deixou de fazer parte do grupo dos cardeais eleitores em um futuro Conclave.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.