Igreja

Conheça a história de Santa Bárbara

Escrito por Letícia Dias

04 DEZ 2022 - 07H00 (Atualizada em 05 DEZ 2022 - 08H57)

Amanda Oliveira/ salvadordabahia.com

Santa Bárbara, virgem e mártir, tem sua origem onde hoje está localizada a cidade de Izmit na Túrquia. Viveu no final do século III durante o reinado do imperador Maximiano e era filha única de um nobre morador de Nicomédia chamado de Dióscoro. 

É considerada padroeira dos bombeiros e de todos profissionais que lidam com fogo, também protetora contra tempestades e trovões e dos mineirosLeia MaisConfira a história dos mártires de Cunhaú e UruaçuSantuário do Caaró (RS) mantém viva memória de três santos mártires

Conta-se que o pai de Santa Bárbara tinha muito ciúmes de sua beleza e desejava privá-la de conhecer todos os pretendentes que desejavam se casar com ela. Por esse motivo, Dióscoro a deixou presa dentro de uma torre.

No entanto, a jovem sempre manifestou a sua fé. Na torre, por exemplo, haviam duas janelas, mas Santa Bárbara pediu que fosse construída uma terceira em honra à Santíssima Trindade.

Certa vez, em uma das viagens de seu pai, Santa Bárbara fugiu para ser batizada, mas foi capturada por ele mesmo, que a teria executado cortando-lhe a cabeça com uma espada.

Isso aconteceu no dia 04 de dezembro, data em que atualmente a Igreja celebra a sua memória litúrgica.

Oração de Santa Bárbara

“Santa Bárbara, que sois mais forte
que as torres das fortalezas e a violência dos furacões,

fazei que os raios não me atinjam, os trovões não me assustem
e o troar dos canhões não me abalem a coragem e a bravura.

Ficai sempre ao meu lado,
para que possa enfrentar de fronte erguida e rosto sereno

todas as tempestades e batalhas de minha vida, para que,
vencedor de todas as lutas, com a consciência do dever cumprido,
possa agradecer a vós, minha protetora,
e render graças a Deus, criador do céu, da terra e da natureza:

este Deus que tem poder de dominar
o furor das tempestades e abrandar a crueldade das guerras.

Por Cristo, nosso Senhor.
Amém.”

Fonte: Cruz Terra Santa

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Letícia Dias, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.