Por Elisangela Cavalheiro Em Igreja

Santuário do Caaró no RS mantém viva memória e testemunho de três padres mártires

No coração das missões jesuíticas no Rio Grande do Sul, o Santuário de Caaró, em Caibaté, mantém viva a memória e o testemunho dos primeiros missionários do estado, os santos mártires Roque González, Afonso Rodrigues e João de Castilhos, mortos em 1628.

Anualmente uma romaria reúne os milhares de fiéis e devotos que peregrinam ao lugar do martírio desses três padres ‘missioneiros’. 

Santuário de Caaró no RS

Neste ano, chegando a 81ª edição, a Romaria Diocesana dos Mártires das Missões será no dia 16 de novembro e terá como tema “Iniciação à vida cristã” e lema “Santos Mártires acompanhai-nos na missão”.

Para a Diocese de Santo Ângelo a celebração que recorda a história da vida e morte dos três primeiros padres ‘missioneiros’ é uma oportunidade para viver um dia de oração, penitência e encontro com Deus e com os irmãos. “A Romaria Diocesana ao Santuário de Caaró constitui um acontecimento significativo de celebração de nossa vida de Igreja. Somos Igreja peregrina, estamos a caminho do Reino. Somos romeiros (as) com os olhos fixos no horizonte de nossa fé. Caminhamos motivados pela esperança de salvação. Buscamos fortalecer nossas disposições de viver o amor fraterno. A Romaria representa uma oportunidade de crescimento de comunhão de Igreja”, destaca nota da diocese.

A romaria também promove um esforço diocesano com relação ao acolhimento dos milhares de peregrinos que visitam o local. “Na Romaria celebramos nosso esforço missionário ao acolher, com generosidade e com intenso calor humano, romeiros vindos de várias partes de nossa vasta região missioneira, inclusive de outros países”, acrescenta a nota.

No Brasil, a memória litúrgica dos Santos Mártires Roque, Afonso e João é celebrada no dia 19 de novembro. Os santos mártires foram canonizados pelo então Papa João Paulo II, em 1988. 

Monumento aos Santos Mártiores no Santuário de Caaró no RS

Evangelização e martírio

Os Santos Mártires Roque, Afonso e João foram os primeiros evangelizadores nas terras do Sul do Brasil. Exerceram seu trabalho missionário junto aos índios Guaranis, no noroeste do Rio Grande do Sul. Padre Roque era do Paraguai e os padres Afonso Rodrigues e João de Castilho vieram como missionários da Espanha. Depois de fundar numerosas comunidades cristãs, chamadas Reduções, entre os índios no Paraguai e região missioneira da Argentina, entraram em terras do atual Rio Grande do Sul, onde a 3 de maio de 1626 celebraram a primeira missa em terras gaúchas, na localidade de São Nicolau. Depois de dois anos e meio de intenso trabalho missionário, foram mortos por um grupo de índios rebeldes à evangelização, liderados pelo cacique-pagé Nheçu. Os padres Roque e Afonso foram mortos na recém fundada redução de Caaró, no dia 15 de novembro de 1628, e o padre João dois dias mais tarde, em Assunção do Ijuí. 

Programação da 81ª Romaria

9h00 - Via-Sacra
10h00 - Celebração Eucarística presidida pelo bispo diocesano Dom Liro Vendelino Meurer
12h00 - Almoço de confraternização
13h30 - Apresentações artísticas
15h00 - Encerramento do evento com a bênção da saúde

Serviço

Endereço: Localizado a 16 km do centro de Caibaté, S/N, na BR-285
Telefone: (55) 3505-7427

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.