Por Redação A12 Em Igreja

Diocese de Santo André celebra centenário de nascimento de seu primeiro bispo

Foto de:reprodução

Dom Jorge Marcos de Oliveira, primeiro bispo de Santo André

"Quando daqui me levares,
não deixem que morra nada do que
aqui amei", dom Jorge Marcos. 

A Diocese de Santo André celebrará no próximo dia 10 de novembro, o centenário de nascimento de seu primeiro bispo, dom Jorge Marcos de Oliveira. A celebração na Catedral do Carmo, às 19h30, será presidida pelo atual bispo dom Pedro Carlos Cipollini. Com seu dinamismo, dom Jorge contribuiu para o crescimento da recém-criada diocese e deixou marcas profundas na história da região conhecida como Grande ABC Paulista, especialmente junto aos trabalhadores. 

Dom Jorge foi ordenado bispo aos 30 anos. Na época foi tido como o bispo mais jovem do mundo, e anos mais tarde, ainda permaneceu como o mais jovem da América Latina. 

Assumiu uma diocese com 320 mil habitantes e apenas 16 paróquias. Em 1975, ao renunciar, por motivo de saúde, deixou uma Igreja particular com mais de 1,5 milhão de pessoas e 74 paróquias. Foi reconhecido popularmente como ‘bispo dos operários’, por sua atuação junto aos trabalhadores, que nos primeiros vinte e cinco anos da diocese formavam 80% da população do Grande ABC. Na época da ditadura militar e na esteira do Concílio Vaticano II, dom Jorge apresentou uma Igreja sensível e solidária aos dilemas dos trabalhadores. 

Dom Jorge também deixou como herança a Associação Lar Menino Jesus, fundada em 1956, na época para ‘mães solteiras’ que eram renegadas por suas famílias. Hoje, a entidade atende cerca de 100 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social. 

A missa em ação de graças pelo primeiro centenário de nascimento de dom Jorge Marcos contará com a presença do Co­ral Pau­lis­tano Má­rio de An­drade e a Or­ques­tra Ca­me­rata de São Paulo com uma das Mis­sas da com­po­si­ção de Mo­zart. 

“Hoje, so­mos fruto de seu pas­to­reio e como ação de gra­ças con­ta­mos com sua pre­sença para agra­de­cer­mos a Deus por sua pas­sa­gem e obras em nossa his­tó­ria. O cen­te­ná­rio de Dom Jorge Mar­cos de Oli­veira, será um mo­mento de con­tem­plar­mos os ‘si­nais dos tem­pos’ em nos­sas vi­das e agra­de­cer­mos pe­las ações de Deus re­a­li­za­das em nossa tão amada Di­o­cese de Santo An­dré’, destaca nota da diocese.

Dom Jorge Marcos de Oliveira

Serviço: 

A Catedral Nossa Senhora do Carmo fica na Praça do Carmo, s/nº, no Cen­tro de Santo André. Telefone para contato: (11) 4436–7988.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.